O Repentista e as Aves de Rapina

Lailton Araújo

Se o caboclo canta alto
O voar de arribação
Aparece na longínqua
Terra amada, o Sertão
Repentista finaliza
Um repente de cordel
Feito aves de rapina
Devorando a carniça

Varredor é sempre o vento
Que carrega dessa estrada
Um aboio da boiada
Ao olhar de um vaqueiro
Pois cantar já não basta
Nessa vida tão sofrida
Repentistas de rapina
Suas rimas são mortíferas

Se abastece o carniceiro
Emudece o cantador
Lá se vai a esperança
De um velho lavrador
As rendeiras tecerão
As mortalhas engomadas
Se os filhos desse chão
Não saírem dessa desgraça

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (9)

Fotos (13)

Release

LAILTON ARAÚJO
Show - ForroSamba Na Bossa


LAILTON ARAÚJO apresenta o Show - ForroSamba Na Bossa. Neste evento existe a poesia em fusão com a musicalidade do povo brasileiro, onde são retratados, o amor, a esperança, a ecologia, e a nova visão do ser humano, voltada para a paz e harmonia.

Usando temas regionais e urbanos nas composições próprias, o pernambucano faz nova leitura nos clássicos da Música Popular Brasileira, com muito forró, xote, baião, toada, samba de raiz e bossa-nova.

Nasceu na cidade de Sertânia, Estado de Pernambuco - Brasil em 1959. É músico, compositor, cantor, ambientalista, pesquisador de ritmos regionais brasileiros, escritor e ex-professor (não formado) do Cursinho Pré-Vestibular Educafro, onde lecionou as disciplinas: biologia e geografia.

Trabalha há 34 anos na área cultural. É empresário de eventos e marketing.