VersetteHoje a Noite788 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 11

Hoje a Noite

Versette

Você pode me ver da janela
Fique calma, eu não sinto frio
O meu corpo é um campo de força
Pros seus maus-tratos
Pros seus olhos de pena
Imagine que é uma cena de todos os dias


Eu ando pela casa
Mas você não me vê
Pela TV você ouve as notícias
Do fim dos tempos
Dos gols da semana
Na minha cama vida não continua


Por nada nesse mundo eu perderia
Foi nada, pois você na aparecia


Hoje à noite eu vou sair
Hoje à noite eu quero me sentir
Vivo pra você

Não se tranque no quarto
Eu sei, é bem estranho
Boa memória nem álbum de família
Que guardo no armário
E você sempre olha
É a mesma história, mesma preguiça


E no mesmo retrato
Você para por horas
Será que é certo orar por sua vida?
No tempo da escola
Eu não era assim
Eu não tinha medo da sala vazia


As marcas são profundas e eu não sabia
A sala, há um tempo, está vazia

Hoje à noite eu vou sair
Hoje à noite eu quero me sentir
Vivo pra você

Músicas mais acessadas

Fotos (8)

Release

Até pouco tempo atrás, a palavra Versette não significava nada. Entretanto, Quatro músicos baianos resolveram dar um sentido a ela. Um sentido que vai além das palavras, além do que um simples dicionário pode definir. Versette, hoje, remete à vibração de uma multidão, à lágrima de uma lembrança, ao sorriso sincero quando tudo parece não ter solução, enfim, a todas as emoções que a música pode proporcionar e não podem ser descritas.

É com esse espírito de novidade e a certeza de ser apenas o passo inicial que o primeiro CD da banda chega como fruto de muito trabalho, inspiração e dedicação, trazendo nas suas composições, que vão das baladas Hoje a Noite e Sua Ausência aos hits de Entrevista e Carol, os componentes ideais para o sucesso.

A Versette ...

Continuar lendo>>