TOM DO CEARÁPERIGO DE RIACHO3.126 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 5

PERIGO DE RIACHO

Tom do Ceará

As ladeiras da serra vão passando
As enchentes de inverno "enchurrando"
E meus olhos secando em você
E por entre as danças dessa vida
Vou trançando as tranças "maluvidas"
Na devida trela de "vosmicê"

Nessa cantiga afora
Pego a companheira viola
Amiga da ave canora
Pra dizer que tu vens que tu vês
Meu olho a ti, senhora
Que na poesia demora
Tecendo em rimas e histórias
De facho de mel Muçambê

Tua margem é perigo de riacho
Meu destino afinado rio abaixo
Correnteza querendo ter o mar
E por entre as melodias curvas
Derramando teu rosto pelos ruas
Na saliva madeixas Yemanjá

Nessa cantiga afora
Pego a companheira viola
Amiga da ave canora
Pra dizer que tu vens que tu vais

Meu olho a ti senhora
E na poesia demora
Tecendo em rimas estórias
De facho de flor de Jucá

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (1)

Fotos (8)

Release

ARTISTA NATURAL DE ICAPUI, TENDO EM SUAS AVENTURAS MUSICAIS PASSAGENS E VIVÊNCIAS POR OUTRAS PARÁGENS BRASILEIRAS COMO FORTALEZA, ARACAJU, SÃO PAULO, ETC… EM SUA BAGAGEM VÁRIOS FESTIVAIS E PARCERIAS COM DIVERSOS ARTISTAS BRASILEIROS E ATUALMENTAS PRODUZINDO E GRAVANDO SEU PRIMEIRO CD ENTITULADO NO TRANCO!