Som da RuaSó uma canção7.709 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 10

Contrate

(21) 2547-1690

Só uma canção

Liô Mariz

Seco dia, meus lábios racharam
Com o frio que chegou me trazendo a solidão
Sobre a sacada do quarto, a explicação
O sol que não nasceu, as folhas que caíram ao chão
Não sou só eu que morro são, nasço pr'um novo sentido
Quero te levar comigo
Ah, isso é só uma canção que não fala de amor
Mas que fala pra ti, seja como for
Pois tudo que restou fomos nós, nos deixaram a sós nesse mundo
Num segundo meus olhos se perderam, me pus a caminhar
Sem saber se vou chegar ao seu encontro no fim
E se eu te enxergar em mim

Músicas mais acessadas

Fotos (6)

Release

Rafael Ramos, produtor deste “Músicas para violão e guitarra”, CD de estréia da banda carioca Som da Rua, arrisca: “Os caras acharam o segredo para fazer uma banda brasileira com a melodia do Teenage Fanclub que conseguisse não soar brega”. Pode ser. Mas num papo em mesa de bar, os integrantes do grupo acham graça: “O Teenage Fanclub é por conta dele”. Mal conhecem os colegas escoceses.

Rafael já tinha tentado antes. “Descobri quem vocês ouvem desde criancinha: Superdrag”, disse, referindo-se à banda americana de punk-pop. Eles nunca tinham ouvido falar. Água de novo.

Ou não. Errando, Rafael cravou duas pistas certeiras para entender a música feita de canções de melodias deliciosamente pop (“Músicas para violão…”), tocadas com pressão e tesão de quem sente nas veias a urgência do rock ...

Continuar lendo>>