Na session de viola

Rasmi; Chogau; Jamal; Derp

Na session de viola é onde transcende a criatividade
Na ascensão da alma é onde prevalece a espiritualidade
Às vezes eu me aprovo, às vezes desgosto
Mas o que nunca muda é que comigo mesmo me importo

Amanhã quando eu acordar
Tudo o que vou sentir é amor
Em meus pulmões aquele ar
Cabeça erguida aonde for
Pelo sangue em minhas veias
Por todas minhas tretas
Pela família brasileira
Base para a vida inteira

Você preso na lama
Só se preocupa com a fama
Não se leva pro caixão
O que se mistura com a terra e encerra a trama
Criando ansiedade, valorizando sua forma
Perdendo tempo ao espelho, perdendo muita hora
Forma de máquina infernal, perdido em uma miragem
No espelho d'água que te leva pra longe dessa margem

Eu ouço uma coisa, mas no fundo vejo outra
Vou fazer a minha parte, e o resto que se foda
É tão obsceno, mas jah limpa os pensamentos
Alivia, cura e leva-os com o tempo
Pois a hora é agora, a jogada não volta
Não espere a morte ao relento

Na session de viola é onde transcende a criatividade
Na ascensão da alma é onde prevalece a espiritualidade
Às vezes eu me aprovo, às vezes desgosto
Mas o que nunca muda é que comigo mesmo me importo
Dos bons momentos eu me lembro de verdade, com os de verdade
De rolê com a irmandade eu não tô pela maldade
O tempo passa e é consumido pela cidade
Às vezes tô de boa e bate na porta a realidade

Já não sei o que é real e o que é miragem
Que ironia do destino, há! Que sacanagem
Espero ser uma fase, mesmo não estando no auge
Eu tô pronto pro combate, vou rimando aqui suave
Na sessão de bob marley, escutando um sabotage
Pois um homem precisa de positividade

Na session de viola é onde transcende a criatividade
Na ascensão da alma é onde prevalece a espiritualidade
Às vezes eu me aprovo, às vezes desgosto
Mas o que nunca muda é que comigo mesmo me importo
Eu rio na fase boa, eu rio na fase ruim
Aceito e entendo que a vida é boa mas nem tudo é fácil assim
Eu não tô buscando isso, eu não tô pelo blá blá blá
Eu mudei o caminho que é pra ninguém me encontrar

O futuro se faz aqui
O passado se deixa pra trás
Viva o presente e não se julgue demais
Se cheguei até aqui
Foi por um monte de porquê
Cada dia uma resposta
Compreender o meu ser

Eu já fui um otário
Eu caí pra aprender
Vivi milhares de experiências
Eu criei meu proceder
De cabeça erguida
Cultivei amizades
Mantendo a disciplina
Sem perder a humildade

Na session de viola é onde transcende a criatividade
Na ascensão da alma é onde prevalece a espiritualidade
Às vezes eu me aprovo, às vezes desgosto
Mas o que nunca muda é que comigo mesmo me importo
Não nasci em berço de ouro
Mas tenho tudo pra bater de igual
Luxo eu nunca tive, nem senti falta
Sempre soube que o livro é diferente da vida real

(Na terra de loco
É ser um rei vivo na insanidade
Neguinho esquece que pra estar vivo
É necessário espiritualidade)
Seja o primeiro a fazer
Amanhã um outro dia vai nascer
Seja por inteiro, faça acontecer

Projeto sohm, 2014
Três maluco esfumaçando a vista
Percorrendo as estradas do interior paulista
A saudade é freio, novidade é a pista
Um salve pro mano chogau, parceria forte até o final
Um salve pra malandragem e pros que deixaram saudade
Chorão, champignon, cassia eller, sabotage...

Um abraço pros que já se foram
E pros que continuam por aqui
Lado a lado, tamo junto

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (2)

Fotos (6)

Release

Verdade, benevolência e tolerância.
O Projeto Sohm consiste na união de ambos os irmãos que possuem o mesmo desejo que nós: transformar a vida em arte, musicalidade, e através disso transmitir uma mensagem. O Projeto Sohm não é um, dois ou três; ele é de todos que estiverem pela causa.