Macaco AladoArte do povo1.132 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 11

Contrate

Arte do povo

Macaco Alado

Sem fim nem régua
Apenas mãos pra se erguer
A cada peça, a cada gota de suor
Hoje foi duro porque todo dia é hoje
Além da cota tudo tende a se perder

A utopia se desmancha em mim então
Atuar por atuar?

A arte do povo mostrará
Que veio para se instalar
Sem cor nem face apenas força de vontade
E quem diria que um dia alcançaria
A arte universal

A paisagem normatiza a visão
Padronizando a sua percepção
Está ai, você se quer deu valor
Solidamente instituída, impenetrável
Vamos então congratular

A arte do povo mostrará
Que veio para se instalar
Sem cor nem face apenas força de vontade
E quem diria que um dia alcançaria
A arte universal

Músicas mais acessadas

Fotos (6)

Release

A banda teve inicio em abril de 2005, quando quatro amigos vindos de Criciuma, que dividiam o mesmo apartamento em Florianopolis, resolveram arregacar as mangas e botar suas asinhas de fora. Assim nascia a Macaco Alado, que durante dois anos passou por modificaes em sua formacao ate chegar a atual, com Rodrigo (Voz), Renato (Guitarra), Vitor (Guitarra), Alex (Baixo) e Beto (Bateria).