Contrate

Quero voltar pra Aracaju

Igor Mangueira

Tocar sozinho é tão triste
E sem platéia é pior
Senti frio ontem à noite
Eu estava tão só
Sem ninguém pra me acompanhar
Nenhum aplauso eu ouvi
Mais um banheiro a um bar
Foi então que eu percebi
Tocar sozinho é tão mal
Eu preciso de uma mão
De um baixo, de uma bateria
Quem sabe até de uma percussão
O percurso da vida é tão...
Sei lá
Eu só sei que eu quero voltar

Tô com saudade de casa
Eu quero deixar o sul
Não vou quebrar mais a cara
Quero voltar pra Aracaju
É lá que eu tenho meu público
É lá que esperam por mim
É lá que eu ganho uma grana
É lá que eu vivo feliz

Tocar sozinho é tão mal
Eu preciso de uma mão
Do Estado ou da Prefeitura
Para pagar minha excursão
O caminho pro sucesso é tão...
Sei lá
Eu só sei que eu quero voltar

Músicas mais acessadas

Fotos (14)

Clipes (5)

Release

Um violão na mão e uma idéia na cabeça. O lema adaptado do cinema-novo serve para apresentar o cantor e compositor Igor Mangueira. Natural de Aracaju, Igor se auto-denomina um extra-artista-terrestre numa provocação à alcunha “artista da terra” que costumeiramente é usada pela imprensa e sociedade quando se refere aos artistas locais. Mas Igor completa sua caracterização dizendo ser do planeta Aracaju, numa alusão à uma música do folclore sergipano que fala “minha terra é Sergipe”.

A contradição no seu trabalho começa logo na frase de apresentação e não termina mais. Não é possível rotulá-lo. Passeando por diversos estilos, Igor gosta da música popular brasileira em suas diversas formas e sempre aberta ao que vem do resto do mundo. Igor costuma dizer que seu estilo é punk-pós-tropicalista. Punk, pela simplicidade ...

Continuar lendo>>