EspancamentePra Beira do Rio6.158 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 7

Contrate

Gustavo

(11) 8066-7927 | (11) 9635-3877

Pra Beira do Rio

Espancamente

Quando o céu escurece antes do sol se por
Os olhos lacrimejam saudade e dor
Então o vazio flerta comigo
Eu abro um sorriso de puro cinismo
Afinal eu minto e também acho o cúmulo
Mas bicho do mato vive acuado nesse lugar imundo

Cade o canto dos pássaros perfeito e lindo
Um pica-pau e um trinca-ferro da beira do rio
As montanhas vivas, as árvores livres
Aqui não tem

Então eu faço um rock podre, fudido e agressivo
Sinceridade comigo
Aqui não tem

Sem regras pra viver
E liberdade
Mas eu tô além
Libertas Quae Sera Tamen

Músicas mais acessadas

Fotos (4)

Release

Dois jovens colegas de colégio no ano de 1998, decidem extravasar sua
rebeldia adolescente compondo músicas, atentando para os problemas
mundanos, com som bem pesado e letras bem politizadas.
O tempo foi passando, eles foram amadurecendo, e pouco a pouco foram
se afastando dos problemas mundanos, centralizando-se mais nas
experiências, vitórias, derrotas e frustrações por eles vividas.
Espancamente é assim, gritando o que sente, não é só música, é pura
emoção nos palcos da vida.
Música tem que ter alma, abaixo às fórmulas de sucesso e regras de músico
intelectual.
Música é livre, e como tal, voa.
De sua bagagem musical, cabe destacar shows com: Tribo de Jah,
Nitrominds, Inocentes e Ira.