A miséria real

Mozer Ricardo da Silva

A miséria real cheira mal e você não gostou
De sentir o perfume que ela exalou
No cinema se emociona com o que você ve
E soltar uma frase legal num idealismo clichê

Eu sou sujo e imundo e não tenho pra onde ir
E tão feio e gasto, eu não sirvo assim
Aplaudi e luta, e logo se esquece
Embalagem bonita, a cabeça não serve

A miséria real cheira mal
E você não quer sujar as mãos
Seus olhos frágeis não resistem e rompem
E é muito estranho aquilo que você vê

Cristãos fartos que não seguem a doutrina
Hipócritas que alimentam a fome
Tia Lourdes não sabe e bate comigo de frente
Fala merda e depois me diz que entende

Músicas mais acessadas

Fotos (12)

Release

Formada em fevereiro de 2004, a Amotinados contava com a formação inicial de: Ednaldo na bateria, Max na guitarra, Mozer novocal e Tiago no baixo, sendo este depois substituído em 2005 por Juninho, que teve uma breve passagem na banda, sendo substituído por Fabrício. Logo após essa troca, mais uma vez acontece outra mudança na formação. Ednaldo decide se dedicar somente a sua outra banda, dando lugar a Bruno, que por acaso é primo de Mozer. Em 2008 quem comanda as baquetas é Léo, dando lugar novamente a Ednaldo em 2009.
A Amotinados é decididamente uma banda de punk rock, não tendo como fugir da influência básica dos pioneiros Ramones, tendo como referência também, Garotos Podres, Tequila Baby, Replicantes… É claro, cada integrante tem sua personalidade, então acrescente ai um ...

Continuar lendo>>