Contrate

Solange Rocco

(11) 99963-6143 | (11) 2759-7737

Baião de Um

Adolar Marin e Léo Nogueira

Aiê, iê, iê... (repete várias vezes)

Mil descaminhos nos trouxeram aqui
Pra você poder ouvir
O meu coração
O mar bebeu civilizações

A pedra, o fogo, a escuridão, a voz
O que veio antes de nós, cada geração
A paz, as guerras, as orações

Num tijolo a mais, num sangue ao chão
Em cada ventre ou plantação estivemos lá
Num primeiro som, primeiro adeus
Tudo isso aconteceu pra eu ver os olhos seus

Houve a explosão, o primeiro grão
A primeira mãe, o primeiro pão
A primeira dor, o poema, o pranto, a canção
O primeiro sol, o primeiro sal
O primeiro amor, o primeiro fim
O primeiro sim, o primeiro não...
Tudo isso aconteceu pra quê
Se você não me quer? (2x)

Me quer...

A pedra, o fogo, a escuridão, a voz
O que veio antes de nós, cada geração
A paz, as guerras, as orações

Num tijolo a mais, num sangue ao chão
Em cada ventre ou plantação estivemos lá
Num primeiro som, primeiro adeus
Tudo isso aconteceu pra eu ver os olhos seus

Houve a explosão, o primeiro grão
A primeira mãe, o primeiro pão
A primeira dor, o poema, o pranto, a canção
O primeiro sol, o primeiro sal
O primeiro amor, o primeiro fim
O primeiro sim, o primeiro não...
Tudo isso aconteceu pra quê
Se você não me quer? (2x)

Me quer...

Mil descaminhos nos trouxeram aqui
Pra você poder ouvir
O meu coração
O mar bebeu-me, bebeu-me
Bebeu...

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (3)

Fotos (3)

Clipes (1)

Release

Seria um sambista com influência do Clube da Esquina? Um roqueiro que caiu na bossa? Um erudito pop? Um jazzista tocador de MPB? Um bluseiro fazedor de baiões? Em qual prateleira o lojista poderia ordenar os CDs de Adolar Marin? Alguns artistas têm sua obra facilmente classificada. Não é o caso desse paulistano que ouviu do Ipiranga os primeiros sons do mundo… e nunca mais parou. De tanto ouvir, soou. Já com 8 anos de idade, quando um violão desavisadamente lhe caiu nas mãos e surgiu no garoto o desejo de "violá-lo", o instinto lhe disse que nascera pr'aquilo. Adolescente, apaixonou-se pela guitarra e, entre pedais e microfones, começou a arriscar as primeiras composições próprias. Mais tarde, descobriria a poesia, o que iria "contaminar" pra sempre suas letras, repletas de ...

Continuar lendo>>