Wilton MatosLagoa da Lua331 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
cancelar

Seu comentário foi publicado. Visualizar

Iniciando música ~ em
    1 / 2

    contrate

    Wilton Matos

    release

    Formação musical

    Em 1991, cursou violão, flauta e canto coral no CEFET-CE. Em 2004, cursou as oficinas Arranjo para Vozes e Técnica Vocal na 1a Semana da Música do Conservatório Alberto Nepomuceno e, ainda no mesmo ano, a oficina de Percussão Ritmos do Candomblé com Bel da Bonita. Percussão Vocal e Corporal Aplicada à Música Vocal, Técnica Vocal e Interpretação do Cantor Popular e Laboratório Coral no II Festival Música na Ibiapaba. Em 2004 iniciou o Curso Técnico de Música do CEFET-CE. Em 2008, cursou aula de canto popular no Conservatório Alberto Nepomuceno com a professora Marta Carvalho. Em 2009, Práticas Rítmicas ? Música Percussiva do Maracatu no 3º Ciclo de Formação Solar. Em 2010, retoma as aulas de canto com a professora Lia Veras.

    Produções

    Em Banabuiú, Sertão Central do Ceará, no ano de 1998, formou a banda Utopia e um coral para educação musical de crianças. Entre 2003 e 2004, produziu o projeto ComFusão de Artes no CEFET-CE.
    Em 2006, participou da organização do desfile de carnaval de rua do Maracatu Àz de Ouro. Pela MirandáCaru produziu a peça A Casa das Mulheres da Lua do grupo Cavaleiros da Dama Pobreza, os Livros Varandas e Angústias, Álcool e Cheiro de Cigarro do poeta Alan Mendonça e o III Festival de Inverno da Serra da Meruoca. Produção da III Semana de Arte e Cultura da CHESF.
    Em 2007, pela MirandáCaru produziu a peça A Casa das Mulheres da Lua do grupo Cavaleiros da Dama Pobreza e foi Diretor de Comunicação do Maracatu Nação Solar.
    Em 2009, produção de oficinas de fabricação de instrumentos, aulas de percussão e dança através do grupo Ibadã Brasil em parceria com o Instituto Histórico da Polícia Militar.
    Em 2010, criação do Bloco Papangus do Ibadã, aprovado no VI Edital Ceará da Paixão, em parceria com o músico Descartes Gadelha. Produção do DVD Minha Alma Sem Fronteiras e CD Bora! do coletivo Ceará Autoral Criativo.

    Festivais e Encontros de Música

    Em 2000, no Festival de Talentos das Escolas Públicas ? FESTAL ? promovido pelo Governo do Estado de Ceará, com a banda Utopia, defendendo a canção Amor é Tortura, de Wilton Matos e David. Em 2001, na XII BANARTES, conquistou a 3ª colocação com a canção Amor é Tortura, de Wilton Matos e David. Ainda em 2001, no Festival de Música Popular da FUNCET, defendendo a canção Ardor, com a banda KalliCháos.
    Em 2003, no 1o Encontro de Música Vocal promovido pela UECE, com grupo vocal Silêncio e Som.
    Em 2004, chegou à final do 1o Festival de Inverno da Meruoca e melhor intérprete do Festival da Canção da XVI BANARTES, com a banda Amana Ara, defendendo a canção Voa Patativa, de Wilton Matos e Alan Mendonça. Ainda em 2004, defendeu a canção Do Ser Tão Apaixonado, de Alan Mendonça e Mário Mesquita no VI Festival de Música Junina da FUNCET.
    Em 2005, II Festival Música na Ibiapaba em Viçosa do Ceará.
    Em 2006, 2º lugar no Festival da Canção da XVIII BANARTES, com a música Tão Brasileirinho.
    Em 2007, II Mostra de Música Petrúcio Maia.
    Em 2009, 2º lugar no Festival Sesi de Música.
    Em 2009, Bienal Percussiva 2009 com o grupo Ibadã Brasil.
    Em 2010, 1º lugar no Festival SESI de Música (estadual) e finalista da etapa nacional em Belo Horizonte, Minas Gerais. Encontro de Tambores de Fortaleza na Feira da Música com Ibadã Brasil, Caravana Cultura, Vidança, Bloco Unidos da Cachorra e o Unidos da Villa Camaleão.


    Participações em CD / DVD

    Em 2001, tocando violão aço e percussão na demo da banda HopeLess de rock alternativo. Em 2004, cantou no CD Guaramiranga, de Fernando Rosa, a faixa O Rio, no CD Do Que Se Faz o Tempo, de Jácio Cidade, cantou as faixas Repente Pra Maria, Samba Bom e Útero de Pedras, fez a direção musical e gravou pífano na canção Do Sertão Apaixonado, de Alan Mendonça e Mário Mesquita, com a banda Amana Ara e Grupo Mirante de Teatro da UNIFOR para a trilha sonora da peça O Auto da Cobra. Ainda em 2004, tocou percussão no CD instrumental Água de Quartinha, do grupo de mesmo nome.
    Em 2007, no CD Maracatu-ará de Pingo de Fortaleza, compôs e cantou na canção Onilé, Mãe da Terra.
    Em 2009, no CD Retratos de Luz do Mestre do Maracatu Descartes Gadelha.
    Em 2010, no CD Borá do Coletivo do Ceará Autoral Criativo com música Desejo. DVD Minha Alma Sem Fronteiras de Wilton Matos gravado no projeto Armazém do Som do SESC Iracema.
    Em 2012, finalizando a gravação do CD Minha Alma Sem Fronteiras.


    Apresentações Musicais

    Em 2003, no Natal de Luz promovido pela Prefeitura de Fortaleza com o grupo vocal Silêncio e Som. E no mesmo ano, com Amana Ara, Projeto ComFusão de Artes no CEFET-CE, Lançamento do Livro Inversos Felizes, de Francélio Figueredo, no Teatro Boca Rica e Livraria Livro Técnico, no Dragão do Mar, Campanha de Prevenção Contra o Câncer de Mama no SERPRO, I Encontro de Arte Educação na UFC, lançamento da Revista Os Donos da Verdade, na Livraria e Café Magu-sh, Projeto Iracema de Todas as Tribos na Ponte Metálica e no Largo do Micharia, encerramento do 2o NOIA no Anfiteatro do Dragão do Mar e V Encontro Cultural Russano, promovido pela Casa Amigos de Russas.
    Em 2004, com Amana Ara, 1a Semana de Arte e Cultura da CHESF, Show Tempo de Amana Ara, no Teatro do Sesc, Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho ? CHESF, Encontro Nacional dos Estudantes de Comunicação na UFC e apresentação solo no lançamento do livro Varandas, de Alan Mendonça, na Livraria e Café Magu-sh. Participação especial no Show Minha Bagagem de Evaristo Filho no SESC e no Show Essas Mulheres da cantora Isa Fernandes no Carlitos Panquecas Bar.
    Em 2005, Show Nambucoará homenageando o cantor pernambucano Lenine no Centro Cultural do Banco do Nordeste. No Show O Som das Feiras do grupo Água de Quartinha no Teatro do SESC Emiliano Queiroz. Show voz e violão na 2a Semana de Arte e Cultura da CHESF e no I Salão dos Artistas Sem Cura da ESMEC (Escola Superior da Magistratura do Estado do Ceará). Na 57a Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência que aconteceu na Universidade Estadual do Ceará. No Café Los Bodados do Alpendre. No programa Noite & Cia da TV Diário. No VII Encontro Cultural Russano. No CEJArte 2005 no Centro de Educação de Jovens e Adultos do Antonio Bezerra.
    Em 2006, com trabalho solo, participou da Campanha Contra Acidente no Trânsito da AMC, abertura da Aula-Espetáculo de Lirinha na CHESF, Campanha Dia D da Dengue do governo do estado e no sarau Conjunções-Sinais/Pararedes-Portas. Com o grupo Parandy tocou no aniversário do CEJA-Antonio Bezerra, no 1º Encontro de Percussão Afro-Descendente, recepção do estado do Ceará ao navegador Alex Bellini, no projeto Quinta com Arte da Faculdade Grande Fortaleza, na festa Parô Pá Quentá onde também fez participação com as bandas Kapruk e Água de Quartinha. Com a Caravana Cultural tocou em São Luís no Maranhão no Aniversário de D. Teté e projeto do centro cultura Renascer A Vida é uma Festa.
    Em 2007, no carnaval de rua de Fortaleza, cantou no Maracatu Az de Ouro a loa Onilé, Mãe Terra e no Maracatu Solar a loa Maracatu Solar. Compondo as loas em parceria com Pingo de Fortaleza, Descartes Gadelha, Inês Mapurunga e Alan Mendonça. Em Seinne Port, França em cerimônia realizada no Manoir de Saint Hérèm. Participação especial no show Canções e Loas de Pingo de Fortaleza no Centro Cultural Banco do Nordeste. Na 4ª Semana de Humanidades, Arte, Cultura e Educação na Contemporaneidade da UFC com o Maracatu Solar e Cocos do Norte. No Projeto BNB Clube de Cultura com o show Minha Alma Sem Fronteiras. Na 3ª SEMU na Casa José de Alencar e no ERECS com Cocos do Norte. No projeto Domingo Musical do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura.
    Em 2008. participou do projeto Ceará, Viva essa Alegria da Secult com o grupo Cocos do Norte. Participação especial com o batuque do Maracatu Nação Solar no aniversário de 3 anos da Associação Cultural Solidariedade e Arte (SOLAR) no anfiteatro do Dragão do Mar. No vídeo-manifesto Ad Infinitum gravado no Estoril da Praia de Iracema. No V Batizado e Troca de Cordões do grupo de capoeira Cordão de Ouro com Mariana Ratts.
    Em 2009, na Festa da Terra na comunidade de Caetanos de Cima em Amontada no litoral Cearense. No carnaval de rua de Fortaleza cantando as loas do Maracatu Az de Ouro e tocando no batuque do Maracatu Nação Fortaleza. Na Feira da Música 2009 e no Festival UFC de Cultura 2009 com o grupo de percussão Ibadã Brasil.
    Em 2010, participação do show ?Em Casa com Vinícios? do poeta Henrique Beltrão. Com o Ibadã Brasil no Pré-Carnaval de Fortaleza com os blocos Vassouras do Babau, Batucada 75, Acadêmicos da Casa Caiada e Cachorra Magra. No carnaval de rua de Fortaleza cantando as loas do Maracatu Az de Ouro e tocando no batuque do Maracatu Nação Fortaleza. Apresentação do show ?Minha Alma Sem Fronteiras? no Centro Cultural Oboé, no projeto Armazém do Som no SESC Iracema e no lançamento do DVD no Acervo Imaginário. Na Feira da Música no encontro dos grupo Ibadã Brasil, Caravana Cultural, Bloco Unidos da Cachorra, Vidança e Villa Camaleão. Com Ibadã Brasil na festa de São Cosme e Damião, no aniversário do Afoxé Oxum Odolá e nos 74 anos do Maracatu Az de Ouro. Em Montevideo, Uruguai, participação no show do grupo Souled Sisters (Las Hermanas Amadas).
    Em 2011, apresentou a pesquisa musica ?O Primeiro Risco do Rosto da Nação? no auditório do Dragão do Mar. Pesquisa musical sobre a matriz indígena da música brasileira apresentada no show ?O Primeiro Risco do Rosto de Uma Nação? no auditório do Dragão do Mar. Encontro musical com canto e compositor Edinho Vilas Boas no show ?Das Vilas, Dos Matos, Os Sons? no SESC Iracema. Com Ibadã Brasil na Feira da Música 2011 de Fortaleza.
    Em 2012, apresentou-se no carnaval de rua de Fortaleza e de Maracanaú cantando as loas do Maracatu Az de Ouro e tocando no batuque do Maracatu Nação Fortaleza. Participando do II Tambores Ancestrais na segunda-feira de carnaval. Na Associação de Marisqueiras e Pescadores de Curral Velho com o show ?O Primeiro Risco do Rosto de Uma Nação?.

    Participações em grupos musicais

    Entre 1991 e 2000, integrou os grupos de violão, flauta e coral do CEFET-CE. Em 2003, com o Grupo Vocal Feminino Silêncio e Som, tocando percussão e violão. Em 2003 e 2004, com a banda Amana Ara, no vocal e tocando violão, flauta, percussão e interferências. Desde 2001, com a banda KalliCháos, agora chamada Quinteto Cháos, com estilo múltiplo, cantando e tocando violão. Em 2005, ao lado do grupo de percussão feminino Parandy. Em 2007, no Maracatu Az de Ouro e no Maracatu Solar cantando e compondo loas, com o grupo Cocos do Norte cantando e tocando percussão. Em 2009, nos Maracatus Az de Ouro e Nação Fortaleza, e no grupo de percurssão Ibadã Brasil. Em 2010, participa da criação do Bloco Papangus do Ibadã, canta no Maracatu Az de Ouro, compondo juntamente com Alan Mendonça, e toca no Maracatu Nação Fortaleza no carnaval de rua de Fortaleza. Atualmente está estudando a criação de um grupo familiar com os irmãos.

    relacionado / favoritos

    influências

    Água de Quartinha, Caravana Cultural, Coco do Iguape, Cordão do Caroá, Dona Zéfinha, Eletrocactus, Eudes Fraga, Fernandorosa, Jácio Cidade, Maracatu Vigna Vulgares, Pingo de Fortaleza, Quinteto Agreste, Cocos do Norte, Maracatu Az de Ouro ...