Contrate

K2L Empresariamento Artístico

(21) 98448-1187 | (21) 3500-5709

Tô Solteira de Novo

Batutinha DJ

Eu cansei de ser sua rainha
Eu não quero você na minha vida
E que se dane o que você diz pro povo
Eu, eu tô solteira de novo

(Daquele jeito)
Eu tô solteira de novo
(Daquele jeito)
Eu tô solteira de novo
(Daquele, daquele jeito)
De novo, de novo, de novo
(Daquele jeito)

É forte o babado
Acionei o contatinho guardado
Chamei no insta aquele bofe safado
Hoje eu escolho quem eu fico, agarro
Rebolo, beijo, me acabo

É forte o babado
Acionei o contatinho guardado
Chamei no insta aquele bofe safado
Hoje eu escolho quem eu fico, agarro
Rebolo, beijo, me acabo

Eu cansei de ser sua rainha
Eu não quero você na minha vida
E que se dane o que você diz pro povo
Eu, eu tô solteira de novo

(Daquele jeito)
Eu tô solteira de novo
(Daquele jeito)
Eu tô solteira de novo
(Daquele, daquele jeito)
De novo, de novo, de novo
(Daquele jeito)

É forte o babado
Acionei o contatinho guardado
Chamei no insta aquele bofe safado
Hoje eu escolho quem eu fico, agarro
Rebolo, beijo, me acabo

É forte o babado
Acionei o contatinho guardado
Chamei no insta aquele bofe safado
Hoje eu escolho quem eu fico, agarro
Rebolo, beijo, me acabo

Eu cansei de ser sua rainha
Eu não quero você na minha vida
E que se dane o que você diz pro povo
Eu, eu tô solteira de novo

(Daquele jeito)
Eu tô solteira de novo
(Daquele jeito)
Eu tô solteira de novo
(Daquele, daquele jeito)
De novo, de novo, de novo
(Daquele jeito)

Eu tô solteira de novo
Eu tô solteira de novo
(Daquele jeito)
De novo, de novo, de novo
(Daquele jeito)

Músicas mais acessadas

Fotos (5)

Clipes (3)

Release

Valesca dos Santos, ex vocalista da Gaiola das Popozudas, lutou muito para obter reconhecimento. Tudo começou com o convite para formar o Gaiola, há 14 anos. No início da carreira a artista pedia aos DJs dos bailes que tocassem as músicas do grupo, geralmente o pedido só era atendido no final do baile, com as quadras praticamente vazias.

A menina que tinha tudo para ser mais uma vítima da desigualdade social fez disso sua força: lutou e venceu! Hoje, Valesca consegue ser a voz da mulher da favela, da classe média e do condomínio de luxo. Também entusiasta do samba, sua ligação com o ritmo começou em 2009, quando foi rainha de bateria da Porto da Pedra, o que se repetiu no ano seguinte. Em 2011 foi a vez da ...

Continuar lendo>>