Contrate

K2L Empresariamento Artístico

(21) 98448-1187 | (21) 3500-5709

Sou dessas

Sou dessas que fala o que pensa bem na tua cara
Sou dessas que nunca levou desaforo pra casa
Sou dessas que se for preciso até falo mais alto
Sou dessas que roda a baiana sem descer do salto
Sou dessas que se arruma toda só pra provocar
Sou dessas que de vez em quando gosta de aprontar
Às vezes tomo um negocinho só para me soltar
Vou te mostrar como se joga se quiser brincar

E se quiser eu dou
Se eu quiser vou dar
Um pouquinho de moral, mas não pode gamar
E se quiser eu dou
Se eu quiser vou dar
Um pouquinho de moral, mas não pode gamar

Sou dessas de fazer, sou dessas de zuar
Sou dessas que se amarra e gosta muito é de ahhh
Dessas de fazer, dessas de zuar
Sou dessas que se amarra e gosta muito é de ahhh
Dessas de fazer, dessas de zuar
Sou dessas que se amarra e gosta muito é de
Desce, desce, desce, desce, ahh
Desce, desce, desce, desce, ahh

Sou dessas que fala o que pensa
Bem na tua cara
Sou dessas que nunca levou desaforo pra casa
Sou dessas que se for preciso até falo mais alto
Sou dessas que roda a baiana sem descer do salto
Sou dessas que se arruma toda só pra provocar
Sou dessas que de vez em quando gosta de aprontar
Às vezes tomo um negocinho só para me soltar
Vou te mostrar como se joga se quiser brincar

E se quiser eu dou
Se eu quiser vou dar
Um pouquinho de moral, mas não pode gamar
E se quiser eu dou
Se eu quiser vou dar
Um pouquinho de moral, mas não pode gamar

Sou dessas de fazer, sou dessas de zuar
Sou dessas que se amarra e gosta muito é de ahhh
Dessas de fazer, dessas de zuar
Sou dessas que se amarra e gosta muito é de ahhh
Dessas de fazer, dessas de zuar
Sou dessas que se amarra e gosta muito é de...
Desce, desce, desce, desce, ahh...
Desce, desce, desce, desce, ahh...

Músicas mais acessadas

Fotos (5)

Clipes (3)

Release

Valesca dos Santos, ex vocalista da Gaiola das Popozudas, lutou muito para obter reconhecimento. Tudo começou com o convite para formar o Gaiola, há 14 anos. No início da carreira a artista pedia aos DJs dos bailes que tocassem as músicas do grupo, geralmente o pedido só era atendido no final do baile, com as quadras praticamente vazias.

A menina que tinha tudo para ser mais uma vítima da desigualdade social fez disso sua força: lutou e venceu! Hoje, Valesca consegue ser a voz da mulher da favela, da classe média e do condomínio de luxo. Também entusiasta do samba, sua ligação com o ritmo começou em 2009, quando foi rainha de bateria da Porto da Pedra, o que se repetiu no ano seguinte. Em 2011 foi a vez da ...

Continuar lendo>>