Contrate

K2L Empresariamento Artístico

(21) 98448-1187 | (21) 3500-5709

Pimenta

Wallace Vianna, André Vieira e Valesca

É diferente
Fica ciente que o negocio aqui é quente
Mexe com a mente, hipnotiza muita gente
Tem o poder de te fazer pirar
Ai, que vontade que me dá

Dá uma loucura
É viciante, ela é feita de açúcar
Na rua é santa, mas em casa é maluca
É impossível não se apaixonar
Agora eu quero ver parar

Tá gamadinho na minha treta
Ela é mais quente que pimenta malagueta
Tá viciado no chazinho aqui da preta
Agora vai comer na mão aqui da nega, nega

Tá gamadinho na minha treta
Ela é mais quente que pimenta malagueta
Tá viciado no chazinho aqui da preta
Agora vai comer na mão aqui da nega, nega

Agora ele
Manda mensagem todo dia, toda hora
Se eu digo não, já faz beicinho, quase chora
Já não consegue mais se controlar
Vai fazer o que eu mandar

Enquanto isso
Vou provocando, vou deixando a coisa louca
Atrás da gata, eu escondo uma louca
Já tá virando o meu brinquedinho
Que peninha, coitadinho!

Tá gamadinho na minha treta
Ela é mais quente que pimenta malagueta
Tá viciado no chazinho aqui da preta
Agora vai comer na mão aqui da nega, nega

Tá gamadinho na minha treta
Ela é mais quente que pimenta malagueta
Tá viciado no chazinho aqui da preta
Agora vai comer na mão aqui da nega, nega

Tá gamadinho, tá?

Músicas mais acessadas

Fotos (5)

Clipes (3)

Release

Valesca dos Santos, ex vocalista da Gaiola das Popozudas, lutou muito para obter reconhecimento. Tudo começou com o convite para formar o Gaiola, há 14 anos. No início da carreira a artista pedia aos DJs dos bailes que tocassem as músicas do grupo, geralmente o pedido só era atendido no final do baile, com as quadras praticamente vazias.

A menina que tinha tudo para ser mais uma vítima da desigualdade social fez disso sua força: lutou e venceu! Hoje, Valesca consegue ser a voz da mulher da favela, da classe média e do condomínio de luxo. Também entusiasta do samba, sua ligação com o ritmo começou em 2009, quando foi rainha de bateria da Porto da Pedra, o que se repetiu no ano seguinte. Em 2011 foi a vez da ...

Continuar lendo>>