Ulisses SubmersoCadáver1.216 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
Iniciando música ~ em
    1 / 3

    Contrate

    (21) 9182-4990

    Cadáver

    Ulisses Submerso

    Quantos vermes passeiam
    Pelo chão da minha madrugada
    Eu acordei com fome
    E na geladeira não tinha nada

    Quantos vermes passeiam
    Pelo chão da minha noite à fora
    Havia um cadáver na minha cozinha
    Comi-lo então sem muita demora

    Agora é cadáver no almoço
    É cadáver na hora do jantar
    Cadáver cozido, assado, frito
    Sanduíche de cadáver

    Cadáver na ceia de natal
    Cadáver é bom pra chuchu
    Mamãe isso é um cadáver
    Sou tão feliz, veja: sou um urubu

    Um cadáver
    Na mesa da sala
    Depois que eu comi um cadáver
    Eu não quero mais nada

    Um cadáver
    Na mesa da sala
    Depois que eu comi um cadáver
    Eu não quero mais nada

    Depois que eu comi um cadáver
    Eu não quero mais nada

    Cadáver
    Cadáver
    Cadáver

    Sonhei que dissecavam o meu cadáver
    E acordei com os olhos rasos d'água
    Mas ele ainda estava lá, sou tão feliz
    Porque como cadáveres

    Depois eu rôo os ossos
    E os enterro sob o rosal
    A putrefação da carne
    Apetece a minha alma marginal

    Um cadáver
    Na mesa da sala
    Depois que eu comi um cadáver
    Eu não quero mais nada

    Um cadáver
    Na mesa da sala
    Depois que eu comi um cadáver
    Eu não quero mais nada

    Depois que eu comi um cadáver
    Eu não quero mais nada

    Depois que eu comi um cadáver
    Eu não quero mais nada

    Cadáver
    Cadáver
    Cadáver

    Ah ah cadáver
    Ah ah cadáver
    Ah ah cadáver
    Ah ah cadáver

    Músicas mais acessadas

    Fotos (5)

    Release

    Formada em 2001, no bairro do Irajá, Rio de Janeiro, a banda Ulisses Submerso atualmente é composta por: Emílio, vocal; Rodrigo, Guitarra; e Alexandre, Baixo. O grupo faz um rock direto e objetivo, que muitos chamam de punk rock. Além do punk, as influências musicais dos integrantes passam pelo rock’n’roll, grunge, pós-punk, entre outras coisas. Melodias e arranjos sem firulas, mas com esmero. Músicas simples, mas não simplistas. As letras? Bem, as letras falam de tanta coisa… Podem ser sobre funeral ou sonhos perdidos, refrigerantes ou monopólio imperialista, deficiência ou regeneração, mutilação ou conformismo. Sempre com boas doses de contestação, sarcasmo, bom-humor, surrealismo e morbidez.
    No ano seguinte a sua formação, o Ulisses Submerso gravou seu CD demo com 10 faixas. De lá pra cá, segue firme na ...

    Continuar lendo>>