A Viola, Eu E Deus

Campos Sales


Lua branca que prateia meus cabelos
se atendesse meus apelos não me fazia chorar
me abandona quando vem rompendo a aurora
com a estrelas vai-se embora e eu fico a soluçar

Neste recanto triste, lua, viola e eu
nesta fé que me aquece, meu cantar é uma prece
e assim falo com Deus

Viola tosca feita de pinho queimado
seu ponteio magoado lembra choro de criança
seu acalanto de canções de tempos idos
neste meu peito sofrido é um rilho de esperança

Neste recanto triste, lua, viola e eu
nesta fé que me aquece, meu cantar é uma prece
e assim falo com Deus

A lua invade o meu rancho de coqueiro
vem o vento seresteiro reviver os sonhos meus
esse recanto bem distante da cidade
é morada da saudade, da viola, eu e Deus!

Neste recanto triste, lua, viola e eu
nesta fé que me aquece, meu cantar é uma prece
e assim falo com Deus

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (3)

Fotos (24)

Clipes (13)

Release

Dois poetas consagrados e autores de centenas de músicas
unem suas vozes para resgatar a verdadeira música caipira.

Campos Sales:Pioneiro de rádio e televisão, atuou ao lado
de grandes nomes como Luiz Gonzaga, Tonico e Tinoco,
José Fortuna, João Pacífico e tantos outros.

Pedro Ornellas: Dezenas de músicas gravadas por
intérpretes como Dino Franco e Mouraí, Pedro Bento e
Zé da Estrada, Celita, Trio Carga Pesada, etc.

Ambos têm centenas de premiações em concursos de
trovas em todo o Brasil e exterior.
.
"Música de verdade têm que ter conteúdo, sentimento,
mensagem… tem que ter começo, meio e fim"