Olha Só

Tom Drummond

Olha só
Acabei de encontrar
Meu grande amor
Que entre as frases engasgadas me beijou
Me deixou só, Me deixou sã,
Me deixou muda
Deus me acuda

Me fiz mulher
E de toda indiferença ao meu papel
Mas meu sorriso se mostrou tão infiel
E foi parar na outra boca sem querer
Calou a noite e a mim só por prazer
Por um pecado, que não pede redenção
Por um descaso a um pobre coração

Meu grande amor, encenação
Ninguém contou, que é miséria
Que é mentira e que é maldade
Inventar felicidade
Pro meu coração sonhar
Então repousa o teu silencio em meu sorriso
Que eu proponho o que é preciso
Um desfecho repensar

Olha só
(Se cada gesto meu é previsível)
Acabei de encontrar
Meu grande amor
(Se o meu corpo já se faz falar)
Que entre as frases engasgadas me beijou
(Pedindo atenção)
Me deixou só, Me deixou sã,
(Algum abrigo que me leve a razão)
Me deixou muda
Deus me acuda
(E tudo lamentar)

Me fiz mulher
(Mas mesmo meu teatro indeciso)
E de toda indiferença ao meu papel
(Não foi bastante se deixou levar)
Mas meu sorriso se mostrou tão infiel
(O meu olhar)
E foi parar na outra boca sem querer
(Que se excedeu sem explicar
O meu lugar)
Calou a noite e a mim só por prazer
(Se antecipou sem consultar e foi parar)
Por um pecado, que não pede redenção
(Entre os abraços que evitei ao me enlaçar)
Por um descaso a um pobre coração
(Eu desisti e me entreguei sem hesitar)

Meu grande amor, encenação
(E o desengano que outrora foi sonhar)
Ninguém contou
(Aqui está)
Que é miséria
(Toda mágoa que não vai me redimir nem me curar)
Que é mentira e que é maldade
Inventar felicidade
Pro meu coração sonhar
Então repousa o teu silencio em meu sorriso
(Eu só peço um final feliz que possa me alentar)
Que eu proponho o que é preciso
Um desfecho repensar

Que é miséria
(Toda mágoa que não vai me redimir nem me curar)
Que é mentira e que é maldade
Inventar felicidade
Pro meu coração sonhar
Então repousa o teu silencio em meu sorriso
(Eu só peço um final feliz que possa me alentar)
Que eu proponho o que é preciso
Um desfecho repensar

Músicas mais acessadas

Fotos (8)

Clipes (10)

Release

Iniciei meus estudos no Conservatório de Música Alberto Nepomuceno, em 1993 (aos seis anos de idade), com a educadora musical Elvira Drummond ? período em que participou de inúmeros festivais e recitais, como aluno da classe de piano.

Importante ressaltar que, após esse período, teve contato com outros instrumentos como a flauta e o violão. No ano de 2001, iniciou seus estudos de violoncelo com o professor brasileiro, residente na França, Fernando Lage. Teve aulas com Jorge Lima, componente da orquestra Eleazar de Carvalho; Walter-Michael Volhardt, violoncelista da filarmônica de Friburgo (Alemanha); e recebe, desde 2006, a orientação do professor Dr. Felipe Aquino, da universidade Federal da Paraíba.

Participou dos Festivais de Músicas de Londrina nos anos de 2005 e 2006, integrando a grande orquestra por ocasião do recital de encerramento ...

Continuar lendo>>