Réu Apaixonado

Leal / Teodoro

Desisto e me entrego sou bandido e não nego
Matador de corações
Estou cansado de fugir mãos pro alto estou aqui
É final das opções
Fui cruel fui bandoleiro fui xerife pistoleiro
Tinha a chave da prisão
No meu peito tinha grades
Cativeiro de saudade
Abandono e solidão
Sentimentos machuquei
De amor eu so brinquei
São promessas esquecidas
Tantos amores fiz sofrer
Condenado a viver preso pro resto da vida

Hoje estou aqui pode algemar
Pode me jogar nas grades da sua prisão
Tens autoridade me condene pise no meu coração
Agora sou um réu apaixonado
Me tortura e faz de mim o que quiser
Quem fazia e desfazia do passado hoje encontra dominado pelo seu amor mulher

Sentimentos machuquei
De amor eu so brinquei
São promessas esquecidas
Tantos amores fiz sofrer
Condenado a viver preso pro resto da vida

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (2)

Fotos (7)

Clipes (10)

Release

A dupla sertaneja Teodoro e Sampaio completam 29 anos de carreira e estão cada vez melhores. Diferente de muitas duplas que vêm surgindo desde a década de 80 e logo se desfazem, essa continua firme e vencendo o tempo.
Aldair começou a cantar com 16 anos, incentivado pela família, especialmente pelo avô paterno Joaquim Teodoro, de quem ganhou um cavaquinho. Gentil começou a cantar com o incentivo de seus tios, principalmente de seu tio Junqueira que na época também tinha uma dupla. Foi em 1980 que os dois se encontraram e formaram a dupla Teodoro e Sampaio.
Em 1981, gravaram o primeiro compacto simples pela PAN com uma música instrumental “Matogrossense” (Zezinha) e “Desbravador do Sertão” (João Gonçalves e Teodoro) através da gravadora RCA lançaram o primeiro LP com o ...

Continuar lendo>>