Tata AlvesTPM6.789 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 11

TPM

Tata Alves

Eita febre sem cara
Sem pé nem cabeça
Eu sou perigosa
Por hora me esqueça
Eu saio de casa
Dou um murro no muro
Xingo um taxista
Me monto num burro
Eu corto a fila
Amargo o café
São os dias de macho de uma mulher

Eu tô virada num bicho
Arisco
E nem me arrisco sei que dá mal me quer
Pego a contra-mão vou pra onde eu quiser

Ninguém me segura
Perdi a censura
Da foto da sogra
Quebrei a moldura
Não tenho controle
Eu tô é surtando
Quem pode comigo?
Eu tô adorando!
Hoje eu não faço a comida
Que faça você
E se não quiser
Então vá se esconder!

Eu tô virada num bicho
Arisco
E nem me arrisco sei que dá mal me quer
Eu tô a jiu-jitsu e não a balé

Quem dança é você
Eu mando na casa
Assisto tv
Sou cobra com asa
E vôo na pista
Disparo a buzina
Do carro vermelho
De um tal tiro fina
Ele não é o bom
Tá dando chilique
Tu cala essa boca
A minha febre é sem gripe
Eu já misturei
Manga e leite moça
Faxino a casa
Conheço a força
Eu tô me lixando
Pra tal celulite
Evito o sexo
Antes que ele me evite

Eu tô virada num bicho
Arisco
E nem me arrisco já deu mal me quer
São os dias de macho de uma mulher.

Músicas mais acessadas

Fotos (4)

Release

Talvez eu tenha nascido certo. Assim como o meu país, sou toda errada. Uma das únicas virtudes que tentamos carregar é a música. Sou apenas mais uma paulista que toca um violão meia-boca e canta pelas noitadas afora. Conheça aqui algumas composições.