Contrate

Arthur

(81) 3227-3758 | (81) 8806-3758

(Sample ao vivo) Banda de Marcha de Manhattan

Arthur Sá de Melo

A Banda de Marcha de Manhattan
Quando toca os seus trompetes faz gelar um coração
Mesmo se o turbante não te aperta
Faz a barba e finge alerta tua nova condição
A Banda de Marcha de Manhattan
Quando marcha contrariada pode haver destruição
E se desse imbróglio sai petróleo
É melhor pintar a óleo a tua confissão
A Banda de Marcha de Manhattan
Quando toca os seus trompetes faz o mundo passar mal
Mesmo se o conselho não aprova
Faz ruir se posto em prova o sul-frágil universal
A Banda de Marcha de Manhattan
Nos dirá se sentir sede que o verde é internacional
Logo vem pra invadir o Congo
E tentar dançar um tango em nossa capital

Quem há de culpar um ser assim tão inocente
Que só quer ser capitão
Letra é que não vai condicionar essa condição
Quem há de culpar um ser assim tão inocente
Que só quer exposição
Deixar-se filmar e fotografar nessa posição

A Banda de Marcha de Manhattan
Quando toca seus trompetes faz gelar um coração
Se o lider não tá com a dita-dura
Explodir algo, ele jura, lhe compensa a frustração
Quem, meu bem, não nos dirá que um dia
Ignorou toda a azia nessa alegra refeição
Mas, se o negro doce já vicia
Nem homeopatia te conserta a digestão

Quem há de culpar um ser assim tão inocente
Que só quer ser retaliação
Pós-ver se acabar o seu doce lar naquele avião
Quem há de culpar um ser assim tão inocente
Que só quer reparação
Pra se respeitar, depois de atirar, manda a gravação

Músicas mais acessadas

Fotos (11)

Release

Downloads completos no: http://tramavirtual.uol.com.br/artista.jsp?id=90197