coisas da vida

jailson pereira e hakã silva

Olha, eu já lutei e relutei
Confessarei, que até mudei em nome do amor
Olha sei que você não me deu valor
Pra mim viver assim não vou mentir
É querer cantar sem ter a voz
Simplesmente é ser condizente com a dor
Cá pra nós, cá pra nós
Então melhor parar, pra não sofrer
Pra não chorar, levando a vida
Dar valor a quem te dar
Meu coração só quer amor, só quer guarida
Valeu foi bom enquanto durou
Somente o que restou, tá na lembrança
Vou vivendo assim, não vou cair nem me iludir
Na tua esperança, quem espera sempre alcança

Vou remando contra a maré
Tomara ver, como é que é
Tô remando contra a maré
Vá lá entender essa mulher
Criança, criança...

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (6)

Fotos (33)

Release

O Grupo Sindicato do Samba foi fundado em novembro de 1997, mas o seu reconhecimento pelo público aconteceu em fevereiro de 1998 no bar Coração do Mar, localizado na Avenida Litorânea onde começou a fazer a sua história na música Maranhense. A aceitação do público foi tão grande que logo o grupo ganhou espaço na noite e reconhecimento pelo grande público do samba maranhense.
É importante ressaltar que desde o surgimento da nova formação, o Sindicato do Samba preserva até hoje a mesma base composta por: Nego Jó (voz), Jailson (repique), Jhonjhon (tan-tan) e Neto (pandeiro). Depois chegaram outros músicos como: Maicon (violão), Raphael (cavaco), Gleidson Rodrigues (voz), Lélio (percussão) Max (flauta) e Mayron (batera) para reforçarem a banda. Alguns músicos de renome da música maranhense já fizeram parte do ...

Continuar lendo>>