Guerra Civil Guerra Imbecil

Johnny Kiff, Silas Lopes

Cinco tiros, um ferido e dois mortos
Pânico instalado no local
Das câmeras vídeos e fotos
Direto para a capa do jornal
A explosão de fúria parou toda cidade
Ele tinha um "38" na mão
Dez reféns diante da maldade
Mais um caso sem explicação

Guerra Civil, Guerra Imbecil!

As reféns pediram piedade
A polícia tentou negociar
Mas os disparos no cair da tarde
Fizeram a cidade se calar

Guerra Civil, Guerra Imbecil!

Morre mais um inocente
Morre mais um culpado
E os assassinos continuam
No governo do Estado

Guerra Civil, Guerra Imbecil!

Músicas mais acessadas

Agenda de shows

Álbuns e Singles/EPs  (3)

Fotos (21)

Clipes (13)

Release

Resenha por Agência Gafanhoto

O som que sai dos amplificadores é um pop/rock direto, sem firulas e cheio de poesia nas letras. Aliás, o próprio Johnny prefere ser chamado de poeta, e não de cantor. Logicamente, é o tempo que irá dizer se este jovem talento se tornará um novo Cazuza, Raul Seixas ou Renato Russo. Mas brilho para criar hinos de amor e sonhos ele tem de sobra.

As letras do cantor/poeta são proliferadas em meio a uma propagação de riffs e bases típicas do estilo. Não espere um som agressivo ou o ritmo acelerado e despojado do punk e do hardcore, mas sim o clássico pop/rock brasileiro. Aqui e ali, é possível detectar vários ícones do rock nacional como influências, como Barão Vermelho. Mas, após ...

Continuar lendo>>