Robson CoelhoDeixa Em Off8.304 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 14

Contrate

Maiara Diniz

(11) 97220-8701 | (11) 5831-1093

Deixa Em Off

Robson Coelho

Deixa em off!
Tá bom demais, o que que ninguém sabe
Ninguém destrói!
Deixa em off! Deixa em off
Tá bom demais, o que que ninguém sabe
Ninguém destrói!

Na balada com os amigos a gente disfarça bem
Terminei o meu namoro e todos sabem que você
Também está sozinha de novo
Quando a gente se esbarra ninguém desconfia
E dão risada das nossas intrigas
Falam até que jamais daria certo o nosso amor
Perto deles é só ódio longe é amor
A gente se pega, a gente se acaba, toca o terror
Ta delicia, que gostoso bora continuar
Que amar em segredo não tem ninguém
Para atrapalhar

Deixa em off! Deixa em off!
Tá bom demais, o que que ninguém sabe
Ninguém destrói!

Quando a gente se esbarra ninguém desconfia
E dão risada das nossas intrigas
Falam até que jamais daria certo o nosso amor
Perto deles é só ódio longe é amor
A gente se pega, a gente se acaba, toca o terror
Ta delicia, que gostoso bora continuar
Que amar em segredo não tem ninguém
Para atrapalhar

Deixa em off! Deixa em off!
Tá bom demais, o que que ninguém sabe
Ninguém destrói!

Deixa em off

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (1)

Fotos (3)

Release

Robson Coelho iniciou sua carreira musical aos 15 anos de idade tocando bateria, tocou durante 5 anos na igreja , após esse período começou a tocar com diversas bandas de diversos gêneros; Porém sempre teve uma influência muito forte no rock devido tocar bateria, nos meados dos anos 90 e 2000, e também uma influência muito forte no sertanejo, devido seus pais serem de Minas Gerais e sempre que podia viajava para a cidade, ouvia muito sertanejo pelas cidades onde ia se divertir.

Começou a cantar depois de terminar com uma banda de pop Rock, em 2008 , 2009 começou a carreira de cantor , trocando a posição de baterista por vocalista, nessa época começou a destacar cantores de vozes mais graves tais como Fernando e Sorocaba, Victor e Léo, no qual seu ...

Continuar lendo>>