Contrate

De alma gaucha

Raone

Eu venho do campo, da essência campeira
Queimando cartucho, e matando cruzeira
Pois sou um gaúcho, que o tempo moldou
E pra vida soltou, sem eira nem beira.

Sou filho da terra, e a terra me ampara
Tenho atitude, e vergonha na cara
Não nego minha origem, sou rude sou macho
E a onça despacho, a "cutuco de vara"

Mas trago em meu peito uma ânsia terrunha
Manejando lança tacape e garrucha
Demonstrando a força que tem esta raça
E a razão que abraça esta alma gaúcha.

Vou taureando a vida, aos "tapa e mangaço"
Seguro e certeiro, em tudo o que faço
Laçando virtudes, que o tempo me nega
E se a justiça é cega, eu sou firme no braço.

Aonde eu passo, vou semeando história
E abrindo a planchaço, insanas memórias
Piso na injustiça, de bota e espora
E a razão me escora, calçado de glórias.

Músicas mais acessadas

Fotos (2)

Release

Este é Fabian Raone Wildner, nascido na cidade de Jóia, região das Missões descendente de familia de músicos, começou a cantar em festivais de interpretação com 4 anos de idade, a 1ª aula de gaita foi com 7 anos e com 8 anos começou a se apresentar em municípios vizinhos. Com a ajuda de alguns amigos e também incentivado por colegas musicos, aos 10 anos de idade, gravou seu 1º CD, intitulado "Botoneira", no SLG Estudio de São Luiz Gonzaga, lançando este trabalho oficalmente em grande evento no ginásio de esportes do municipio de Jóia, dia em que completou seus 11 anos de idade.
Com 12 anos, gravou seu 2º CD, intitulado "De coração missioneiro", que foi produzido por Oscar Soares(Oscarzinho), no estudio Oscar gravações em Alvorada RS; aos ...

Continuar lendo>>