Contrate

Botoneira

Raone

Abro os braços e dou um abraço, nesta gaita botoneira.
Dedilhando uma vaneira, batendo o pé no compasso.
Os pares marcando o passo, num vai e vem bem ligeiro.
Igual formiga no carreiro, numa tarde de mormaço.

Estrib:
No lusco fusco da aurora, e a luz fraca do candeeiro.
Mal se divulga o gaiteiro, entre a fumaça e o pó.
A indiada suando de encharcar a bombacha
Só se ouve vai ou racha, é o povo num grito só.

Se aproxima a madrugada, e chora lágrimas de orvalho
O rangido do assoalho faz dueto com a vaneira.
Num oigaletê porqueira, vai seguindo atrás do outro.
Que nem manada de potro, em volta numa mangueira.

Músicas mais acessadas

Fotos (2)

Release

Este é Fabian Raone Wildner, nascido na cidade de Jóia, região das Missões descendente de familia de músicos, começou a cantar em festivais de interpretação com 4 anos de idade, a 1ª aula de gaita foi com 7 anos e com 8 anos começou a se apresentar em municípios vizinhos. Com a ajuda de alguns amigos e também incentivado por colegas musicos, aos 10 anos de idade, gravou seu 1º CD, intitulado "Botoneira", no SLG Estudio de São Luiz Gonzaga, lançando este trabalho oficalmente em grande evento no ginásio de esportes do municipio de Jóia, dia em que completou seus 11 anos de idade.
Com 12 anos, gravou seu 2º CD, intitulado "De coração missioneiro", que foi produzido por Oscar Soares(Oscarzinho), no estudio Oscar gravações em Alvorada RS; aos ...

Continuar lendo>>