contrate

Botoneira

Raone

Abro os braços e dou um abraço, nesta gaita botoneira.
Dedilhando uma vaneira, batendo o pé no compasso.
Os pares marcando o passo, num vai e vem bem ligeiro.
Igual formiga no carreiro, numa tarde de mormaço.

Estrib:
No lusco fusco da aurora, e a luz fraca do candeeiro.
Mal se divulga o gaiteiro, entre a fumaça e o pó.
A indiada suando de encharcar a bombacha
Só se ouve vai ou racha, é o povo num grito só.

Se aproxima a madrugada, e chora lágrimas de orvalho
O rangido do assoalho faz dueto com a vaneira.
Num oigaletê porqueira, vai seguindo atrás do outro.
Que nem manada de potro, em volta numa mangueira.

comentários (4)

Juliano Assunção

O quanto é bela a simplicidade da nossa música Gaúcha.

Chê, Juliano Assunção. "Ogulho de ser e permanecer sempre Gaúcho"

Dalmar de lima

o mais lindo gaitaço que ja ouvi, muito bom

vagnercomp

GOSTEI ! OUVI E VIREI FÃ.

rapmix

som massa mano

já viramos fã se consta

dá uma passada e confere

o nosso lá tbm já é!!!

abraço!!!!

twtter @rapmixmcs

msn : rapmixmcs @ hotmail . com . br <(sem espaço)

© 2003 - 2016 Palco MP3 · Música independente divulgada de verdade · 111 mil artistas, 1 milhão músicas e mais de 7 bilhões de downloads.