QuiçaçaAguardente70 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
Iniciando música ~ em
    1 / 3

    Aguardente

    Quiçaça

    Arrocha o nó que a poeira cobre inté a estrada
    Aperta o arreio desse potro bacheiro
    O que tem na frente é só o pasto queimado
    A aguardente e a esperança da chegada

    A aguardente
    E a esperança da chegada

    A aguardente
    E a esperança da chegada

    A aguardente
    E a esperança da chegada

    A aguardente
    E a esperança da chegada

    Da chegada
    Da chegada
    Da chegada
    Da chegada

    Mas que peleja, a testa toda rachada
    O sol na cara, não tem alívio pra nada
    O que vem na frente é só o açude rachado
    A água quente e a esperança da chegada

    A aguardente
    E a esperança da chegada

    A aguardente
    E a esperança da chegada

    A aguardente
    E a esperança da chegada

    A aguardente
    E a esperança da chegada

    Da chegada
    Da chegada
    Da chegada
    Da chegada

    Músicas mais acessadas

    Álbuns e Singles/EPs  (1)

    Fotos (5)

    Clipes (2)

    Release

    Esse grupo singular traz um ambiente sonoro voltado para a voz do mato seco e do Sertão. E ainda a voz de quem não tem voz. O quinteto abusa – no bom sentido da semântica – de recursos estilísticos em suas letras e até em cima do palco, com um figurino adequado.

    Recentemente, eles lançaram o EP “Jurema”, muito bem recebido pelo público e crítica, chegando a participar de festivais estaduais e disputar concursos de eventos internacionais com seu reggae rural progressivo psicodélico (RRPP). Buchô!

    "Arrocha o nó que a poeira cobre inté a estrada - diz o primeiro single da banda alagoana Quiçaça, que surge em 2016 com a junção de vários músicos arapiraquenses que possuem outros projetos, só que juntos criam a gênese desse Reggae Rural Progressivo e Psicodélico, casqueando o ...

    Continuar lendo>>