Antídoto

QI

Ela é alívio e desespero
A mistura de antídoto e veneno
Faz a semana se arrastar até a sexta
E num estalo faz chegar segunda-feira

Canta, dança, pra você a Rihanna perde no swing
Senta, quica, faz o que quiser que a meta e ser livre
Já vira frevo quando passa pela rua
Pra ela o globo de luz é a própria lua

Ela fala que meu signo é o mais livre do zodíaco
Eu falo pra ela que sou o mais livre de todos os bichos
Ela é malandra e já sabe que encosta os boy que só que abusar
Eu sou bandoleiro e não é diferente o desejo de toda sinhá

Coringa e Alerkina exemplo não serve pra nós
Fazemos mais loucuras quando estamos a sós
Ativa o modo clandestino, a gente já sabe o destino
Paraíso que leva ao pecado, pecado que leva ao paraíso

Ela é alívio e desespero
A mistura de antídoto e veneno
Faz a semana se arrastar até a sexta
E num estalo faz chegar segunda-feira

Canta, dança, pra você a Rihanna perde no swing
Senta, quica, faz o que quiser que a meta e ser livre
Já vira frevo quando passa pela rua
Pra ela o globo de luz é a própria lua

Os emocionado se joga, se ilude que joga, se é ela que aposta
Alienado, politizado, todo mundo gosta
Ela é bélica, sensível, problema, solução
Ela é mapa, é tesouro, ela é fuga, contra mão

Eu sou magrelo chavoso com modo de vida alternativo
Esquecendo o que foi eterno por que os momentos eu mesmo eternizo
Nada robótico, depois de um dia caótico
Só quero ser a inspiração, pro seu poema erótico

Ela é alívio e desespero
A mistura de antídoto e veneno
Faz a semana se arrastar até a sexta
E num estalo faz chegar segunda-feira

Canta, dança, pra você a Rihanna perde no swing
Senta, quica, faz o que quiser que a meta e ser livre
Já vira frevo quando passa pela rua
Pra ela o globo de luz é a própria lua

Senta...
Quica...
Canta...
Dança...

Ela é alívio e desespero
A mistura de antídoto e veneno
Faz a semana se arrastar até a sexta
E num estalo faz chegar segunda-feira

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (10)

Fotos (31)

Clipes (27)

Release

O QI é composto por Henrique, Kalango e DJ Liso, realizando trabalhos musicais, poéticos e sociais atuando com consciência social e política, e assim incita o protagonismo da juventude, em sua maioria negra, excluída socialmente e sem acesso a direitos básicos garantidos em leis ignoradas pelo estado, estado este presente nas periferias unicamente através de braço repressor e fortemente armado, a polícia.
2º Colocado no 1º Concurso de RAP do 5º Festival Hip Hop do Cerrado, um dos maiores festivais do país, onde concorreram mais de 200 bandas de RAP e finalista do Prêmio Artista Popular da Cidade, festival que aconteceu no Recanto das Emas. São algumas das conquistas do grupo.
Em Março de 2016 o Grupo lança o seu primeiro disco intitulado “Tabuleiro” que faz uma metáfora com o ...

Continuar lendo>>