Contrate

Fabricio Horacio

(19) 99555-5118 | (19) 3057-0131

Release

Realise Pretinho da Hora
Imprevisível. Pretinho Da Hora é showman: dança, compõe, canta e também toca instrumentos de corda e percussão, como cavaquinho, violão e baixo; pandeiro, tantã e cuíca.
Desde pequeno, influenciado pelos pais, demostrava interesse em música. Acompanhava sempre o pai, baterista que se apresentava com bandas e que o ensinou a tocar instrumentos de percussão, por volta dos seis anos. Fabrício Horácio, o Pretinho da Hora, não parou por aí: ainda em sua infância já estudava cavaquinho e também fazia aulas na Corporação Musical Henrique Marques, de Limeira.
Seu gosto pelo cavaquinho o levou a criar, junto de um amigo, seu primeiro grupo de pagode, o Moleque Maroto, com 10 anos. Aos 12, saiu de seu então grupo e formou o Samba Raro, nome criado por conta da música Samba Raro, de Max de Castro, cantor e compositor, filho de Wilson Simonal.
Seus irmãos mais velhos também o influenciaram musicalmente, com o rap. Pretinho fez parte do DRN (Dançarinos do Ritmo Negro), grupo liderado por seu irmão Jefferson. Sua primeira apresentação artística em palcos foi com o grupo, aos 13 anos.
Permaneceu em seu terceiro grupo, o Nuance, dos 14 aos 17 anos – lá, começou a tocar violão: até então ele se apresentava apenas com o cavaquinho. Contratempos na equipe fizeram com que Pretinho cantasse em uma das apresentações do grupo. A partir deste momento, ele buscou o aprimoramento de sua voz.
Depois que começou com o violão e com a experiência no cavaquinho, chamou atenção de grupos limeirenses e da região e começou a fazer trabalhos freelance, até entrar no grupo Desafio. Após aproximadamente um ano de grupo, houve uma reformulação com a saída de alguns integrantes e a mudança de nome para Em Cima D’Hora. No grupo, Fabrício tocava cavaquinho e cantava em algumas músicas – o grupo era referência na cidade e ele começou a ter destaque também com sua voz. O ganho de experiência e técnica se deve também ao fato de ter cursado Educação Artística com Licenciatura Plena Música na Unasp (Centro Universitário Adventista de São Paulo).
Depois de três anos, Fabrício saiu do grupo, que estava em transição, na qual alguns membros saíram. Então, Pretinho teve a ideia de começar projetos solos: FabrícioMusic e SambaNew – canções em inglês eram interpretadas por uma cantora, que era a dupla dele no projeto, enquanto ele cantava em português.
“Os projetos não trouxeram os resultados esperados, pois as pessoas ainda me associavam ao grupo Em Cima D’Hora”, explicou. Sendo assim, resolveu destacar seu apelido de “Pretinho” e aproveitou o “Da Hora”, mas num estilo próprio. Após isso, tive a ideia de produzir músicas com os gêneros mais fortes do país, sendo eles, conforme citou, pagode, funk, trap, sertanejo, arrochadeira e também a referência da black music norte-americana – foi daí que surgiu a turnê “A Cara do Brasil”, na qual trabalho há cinco anos.
Ele destaca a participação do cantor sertanejo Luís Fernando que, além de incentivá-lo na carreira solo, compôs com Pretinho da Hora as músicas “Nada Com Nada” e “Selecionando” (que ganhou vídeo clipe).
Aproveitando o boom do Funk Ostentação, em 2012, Pretinho viu oportunidades nesse estilo. Sua primeira composição individual foi “Quer Ser Feliz?”: ele conta que a ideia surgiu de uma cantada para as mulheres. “Se você conhecer meu endereço, vai ser feliz”. Ele diz que a música, que também tem vídeo clipe, impulsionou seu trabalho.
Em 2015, Dan Ventura, criador do “arrochadeira”, regravou sua composição “Novinha Inteligente”. Pretinho aponta que teve um grande respaldo como cantor e compositor por conta do ocorrido. Seu último hit, “Menina, que som é esse?” teve participação dos MCs R1 e Maromba. O vídeo da música tem mais de 500 mil acessos.
Julho do ano de 2016, Pretinho participou do quadro 10 ou 1000, do programa do Ratinho, onde apresentou 3 músicas de sua composição; "Não Pense,Dance!" "Novinha Inteligente" e "Menina Que Som é Esse". Para deixar sua apresentação ele convidou uma revelação da internet com seus vídeos de dança a equipe do Trenzinho da Alegria.
Mas algo que iria mudar sua carreira estava por vir e ja tinha nome e data. No dia 22 de Setembro Pretinho da Hora com parceria de Daniel Saboya e Rogério Filhos do Sol lançam a musica "Se CONTROLA" de autoria do "PH". Essa musica nos 3 canais do You Tube Viralizou, onde esta tocando atualmente em todas as academias de dança com seguimento 'ZUMBA' e também em outros países como: Argentina, Chile, Holanda, Estados Unidos e outros onde a sua musica está conseguindo atingir devido ao sucesso e qualidade musical.
2017 Pretinho da Hora começa o ano com gravação do Vídeo Clip da Musica "Se CONTROLA" que é uma mistura de "Kuduro" "Pop" e algo que o visionário acredita no "AfroBeat" e o "Reggaeton", assim criando uma identidade única no gênero do "Funk". O vídeo clip será lançado no início do mês de Maio, com a maior produtora de Clips do Brasil com mais de 12 Milhões de inscritos, cuja o nome é KONDZILLA.
Deus tem planos maravilhosos na vida e na carreira desta artista que desde pequeno sonha em conseguir seus espaço sem pisar em niguém, humildade, respeito e com muito amor no que faz e por seus admiradores este sonho está se tornando realidade.

Influências