Contrate

Perturbado - Part. Marcos & Belutti

Bruno Cardoso / Douglas Lacerda / Sergio Jr.

Saí de casa atrasado, andando apressado
Depois que foi embora os meus dias
Todo dia já começam dando errado
Tudo fora do normal
E eu, maluco, perturbado, te vejo em meio aos carros
Na rua tem você pra todo lado
Qualquer rosto tem seu rosto estampado
Tudo fora do normal

Conto os dias, conto as horas, conta as marcas
Eu conto tudo que não deu em nada
Eu só queria te fazer voltar

E cai a noite, raia o dia
Um temporal em mim já não acalma mais
E destruiu tudo que não tem você
O que vi você desviar
Eu já sofri de amor, sobrevivi em paz
Mas sem você meu medo é de enlouquecer

Conto os dias, conto as horas, conta as marcas
Eu conto tudo que não deu em nada
Eu só queria te fazer voltar

E cai a noite, raia o dia
Um temporal em mim já não acalma mais
E destruiu tudo que não tem você
O que vi você desvia
Eu já sofri de amor, sobrevivi em paz
Mas sem você meu medo é de enlouquecer

Cai a noite, raia o dia
Um temporal em mim já não acalma mais
E destruiu tudo que não tem você
O que vi você desvia
Eu já sofri de amor, sobrevivi em paz
Mas sem você meu medo é de enlouquecer

Meu medo é de enlouquecer
Meu medo é de enlouquecer

Músicas mais acessadas

Fotos (8)

Clipes (3)

Release

Considerado um dos grandes nomes do samba, Péricles foi ligado à música desde criança quando participava dos festivais das igrejas católicas.
Nascido em Santo André (SP), ele participou de alguns grupos de pagode e trabalhou como sapateiro, metalúrgico, cabelereiro e inspetor de alunos em uma escola da região do ABC paulista. Ele foi um dos fundadores do Exaltasamba, em 1986, que durante seus 26 anos de existência lançou 15 CD´s, 4 DVD´s, teve mais de 15 milhões de discos vendidos e encerrou suas atividades como um dos grupos mais influentes da sua geração. Em 2012 Péricles iniciou sua bem-sucedida carreira solo com dois DVD´s e quatro CD´s lançados. 
Paralelamente à música, o sambista se destacou na mídia e participou do quadro ‘Dança dos Famosos’ do Domingão ...

Continuar lendo>>