Contrate

Pedro Vilarim ou Fabio Vilarim

(87) 3877-1470 | (87) 3877-3135

Saudade do meu Sertão

Pedim Vilarim

Os Vilarim - Participação: Genaro

Como é que eu vou me acostumar sem meu sertão
Sem "tuntum" de pilão
Sem rede pra balançar
Sem a zabumba e sem a sanfona que zoa
Desse jeito eu fico a toa
Sem forró pra se dançar
Sem a zabumba e sem a sanfona que zoa
Desse jeito eu fico a toa
Sem forró pra se dançar...
Sem escutar o aboio do vaqueiro
Sem ver cavalo ligeiro nas corridas de mourão
E o povo animado ficava assistindo
Era poeira subindo
E gado caindo no chão...
E o povo animado ficava assistindo
Era poeira subindo
E gado caindo no chão...
Sem ver caneco fazer "timbumbum" no pote
Sem estalo de chicote
Sem chocalho bater badalo
E desse jeito de saudade eu vou morrer
Sem ver o dia amanhecer
Ouvindo o canto do galo...
E desse jeito de saudade eu vou morrer
Sem ver o dia amanhecer
Ouvindo o canto do galo...
Pra essa saudade só tem uma solução
Vou voltar pro meu sertão
Vou rever a minha terra
Vou abraçar de novo a felicidade
Vou matar minha saudade nos forró de pé-de-serra...

Músicas mais acessadas

Fotos (33)

Release

FORRO PÉ-DE-SERRA SIM SENHOR

O Grupo De Forró Pé-de-Serra Os Vilarim e o Forró número 1, nascido há quase 20 anos na cidade de Floresta-PE, de inicio não tinha a pretensão de Profissionalismo. Era mais uma brincadeira de irmãos e amigos conterrâneos que gostavam de confraternizar-se nos finais de semana.
O sertão é lugar inclemente, e dá duro em quem não dá duro. As profissões dos Irmãos Vilarim eram outras; quando sobrava um tempo faziam uma tocada,meio que amadoristicamente. Entre uma animação e outra,foram caindo no exigente gosto de um povo acostumado a ouvir forró, o autêntico forró de matuto.
Dizem, no sertão, que de semente boa quando bem plantada, nasce árvore de qualidade. A semente do forró, que um dia Luiz Gonzaga semeou, caiu em terreno fértil ...

Continuar lendo>>