Contrate

Otávio Augusto e Gabriel

(11) 98383-9297

Veneno lento

Tião Carreiro/ Zé Matão

São quatro horas dessa madrugada fria
Nesse tormento eu não consigo dormir
A solidão nesse quarto é demais
Desesperado, sem destino vou sair

Provavelmente hoje não volto pra casa
Quero beber até o dia clarear
Enquanto ela amanhece em outros braços
Eu amanheço bebendo de bar em bar

Oi, saudade
Veneno lento que está me torturando
Oi, saudade
Veneno lento que aos poucos vai me matando

E quando o sol clarear um novo dia
Pressinto a mágoa que existe em meu rosto
Amargurado e solitário vou dormir
Pra dar repouso ao cansaço e ao desgosto

Isso acontece uma noite atrás da outra
Não durmo em casa nem uma noite se quer
Nem que eu beber toda a bebida desse mundo
Eu não consigo esquecer essa mulher

Oi, saudade
Veneno lento que está me torturando
Oi, saudade
Veneno lento que aos poucos vai me matando

Músicas mais acessadas

Fotos (59)

Clipes (21)

Release

Os irmãos Otávio Augusto e Gabriel formam uma das duplas mais promissoras da nova geração da música sertaneja. Naturais de Osasco (SP), possuem dezesseis anos de carreira com seis CDs lançados, além de uma coletânea. A dupla é muito respeitada e admirada pelo talento, vozes bem colocadas e características próprias no estilo musical.
O interesse pela música sertaneja teve início na infância e, por influência da família, os dois cresceram ouvindo esse gênero. Para completar, são primos da famosa dupla Zilo e Zalo, patrimônios da música raiz.


Aos doze anos de idade, o irmão mais velho Otávio Augusto ganhou uma viola do pai e começou a ensaiar seus primeiros acordes no instrumento. Em seguida veio o irmão Gabriel que tinha talento para o violão. Assim, eles iniciaram a carreira como ...

Continuar lendo>>