Máscara

Neto Inácio

No seu rosto nada se viu
E me encantei e me perdi
Sua voz suave e infantil
Me enfeitiçou, me destruiu

Nada as claras pude ver
Meu coração nem quis saber
O que falou minha razão
Não quis ouvir, só quis viver

Me falou muitas palavras
Todas programadas
Como um servo obdeci

Não estava preparado
Então fiquei parado
Quando ouvi tudo que ouvi

Demorei pra levantar
Quando caí, mas levantei
O que vivi não vou falar,
Mas aprendi e agora eu sei

Que o amor é uma armadinha
E a gente tem que se ligar
Ninguém nunca tá preparado
Melhor não fantaziar

Tudo de novo eu faria
Com um pouco mais de precaução
Pra não sofrer por todo dia
Por causa do coração

Músicas mais acessadas

Fotos (7)

Clipes (6)

Release

Neto Inácio é natural da cidade de Quixadá, Ce. Desde muito cedo deu entendimento que nascera músico, quando criança, confeccionava e tocava instrumentos feitos com caixas, latas, materiais recicláveis. Cantor, instrumentista, compositor e produtor, teve uma grande contribuição na música no sertão central, servindo inclusive de inspiração para novas gerações de músicos. Ao final da década de 80’, formou a primeira banda de rock da cidade (Mercenários do Apocalipse), onde difundiram o rock nacional. Após quase três anos e com o fim da banda, resolveu encarar uma nova experiência musical e passou a integrar por cinco anos, duas das maiores bandas de baile da cidade, como baixista (Remelexo e Black Banda). Paralelamente montou um pequeno estúdio, onde produzia outros artistas, jingles comercias, músicas de blocos carnavalescos…
Acreditando na experiência adquirida ...

Continuar lendo>>