MurannoAmando em silencio106.647 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 6

Release

BANDA MURANNO
Inovação no mercado sertanejo, grupo é composto por cinco
jovens e mistura sertanejo, pop e uma pitada de reggaetón


Duplas, mulheres, astros solo… o meio sertanejo tem uma vasta
opção de artistas. No entanto, há poucos meses, cinco jovens
resolveram unir suas ideias, influências e amor pela música em um
projeto inusitado: formar uma banda sertaneja. Surgiu então a Muranno.
Única boy band em atividade no meio sertanejo, a Muranno é
composta por Diego Torres (voz), Tiago Kosta (guitarrista e voz), Tom
Solano (baterista), Viny Cavalcante (baixista e voz) e Lucas Moraes
(sanfoneiro). Os cinco amigos reuniram toda a vivência em suas carreiras
na música para fazer um som que mistura sertanejo, pop e uma pitada
de reggaetón.
A união do grupo começou com os irmãos Diego e Tiago que por
dez anos formaram a dupla Diego Torres & Tiago. Com o duo, eles
chegaram a ganhar destaque na mídia, acumular uma média de dez


shows por mês e somar mais de 3 milhões de visualizações em uma
única música, “Me Beija”, lançada no Youtube. No entanto, alguns
percalços empresariais no caminho fizeram a dupla ter que recomeçar
algumas várias vezes no caminho do sucesso.
Com o surgimento de diversas duplas sertanejas no mercado, os
irmãos buscavam qualidades diferentes para se destacar. Até que
perceberam que o diferencial poderia estar na formação, já que o
sertanejo tem poucas opções de banda em atividade e com o perfil
voltado ao público jovem esse número diminui totalmente.
“Nunca gostamos de ficar só nós dois na frente e os músicos
tocando ao fundo. Sempre interagimos com a banda e trazíamos eles
para a frente do palco”, lembra Diego. “Já tínhamos essa configuração de
banda mesmo quando éramos dupla”, explica.
Foi aí que, em meados de 2017, fizeram o convite a dois músicos
que já tocavam com a dupla – Tom e Viny – e retomaram o contato com
Lucas, que conheceram em Santa Catarina durante uma passagem para
show na região.
O alto-astral e o perfil jovem do quinteto foram definitivos para a
formação da boy band sertaneja. A sanfona de Lucas Moraes é um dos
grandes diferenciais em relação às bandas de pop rock nacionais e os
arranjos com referência latina do reggaeton dão modernidade ao som.
Cada um traz para a Muranno seu estilo pessoal de tocar.
Veio então a escolha do nome, que foi escolhido justamente pelo
significado positivo que ela remete. O nome Muranno vem de um vidro
das ilhas européias, a pedra Murano, utilizada para fabricação de
diversos amuletos e talismãs de sorte e proteção. Um material de muita
energia positiva e que acredita-se carregar um poder muito grande.
Diante dessa ideia, não existiria nome melhor para cinco amigos que
resolveram juntar influências para realizarem um projeto no qual a


música seja a única matéria-prima de todo o sentimento bom, boas
energias, e um propósito: levar a Muranno ao conhecimento do maior
número de pessoas possíveis para sentir a experiência dessa junção que
soa tão única. “No mercado não existia no mainstream uma banda
sertaneja, como funcionam as bandas de rock mesmo, nas quais todos
os integrantes possuem suas características individuais evidentes. Surgiu
a ideia de ousar e fazer algo diferente para o mercado, uma banda no
sertanejo”, conta Diego Torres.
A primeira música lançada pela Muranno foi “Até o Amanhecer”,
que é uma versão em português da música "Hasta El Amanecer" do
cantor Nicky Jam. A faixa original possui mais de 1 Bilhão de acessos no
Youtube e teve liberação da Sony Music latina com exclusividade para a
banda Muranno. O single foi apresentado junto com um videoclipe
gravado em uma estação ferroviária abandonada em Uberlândia (MG),
com direção de Luiz Soufe. E vem seguido de mais três clipes marcando
esse lançamento da carreira da Muranno. No total, a banda lançou uma
série de quatro vídeos acústicos sob o comando de Soufe nessa locação.
“O local com aspecto ‘destruído’ foi fundamental para passar a ideia de
um quarto abandonado de um jovem”, conta Diego Torres, um dos
vocalistas.
O segundo single divulgado é “Ela É Foda”, seguido um mês
depois por “Livre e Louca” e finalizando com “De Boa”. Todas as faixas
estão disponíveis no canal de vídeos da Muranno na Vevo.
Com produção musical dos próprios integrantes da banda em
parceria com o produtor Sergio Lima, da Palooza Produções, as faixas
têm um formato acústico. “Queremos que as pessoas conheçam a
essência da Muranno, e não se entorpeçam por diversos instrumentos e
produções gigantescas. Costumamos falar que é um som sem
maquiagem; mais real, podemos dizer”, explica Diego.