Força estranha

Caetano Veloso

Eu vi um menino correndo, eu vi o tempo
brincando ao redor do caminho daquele menino,
eu pus os meus pés no riacho e acho que nunca os tirei.
O sol ainda brilha na estrada que eu nunca passei.

Eu vi a mulher preparando outra pessoa
O tempo parou pra eu olhar para aquela barriga.
A vida é amiga da arte, é a parte que o sol me ensinou.
O sol que atravessa essa estrada que nunca passou.

Por isso uma força me leva a cantar,
por isso essa força estranha no ar.
Por isso é que eu canto, não posso parar.
Por isso essa voz tamanha.

Eu vi muitos cabelos brancos na fonte do artista
o tempo não pára no entanto ele nunca envelhece.
Aquele que conhece o jogo, o jogo das coisas que são.
É o sol, é o tempo, é a estrada, é o pé e é o chão.

Eu vi muitos homens brigando. Ouvi seus gritos
Estive no fundo de cada vontade encoberta,
e a coisa mais certa de todas as coisas não vale um caminho sob o sol.
E o sol sobre a estrada, é o sol sobre a estrada, é o sol.

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (3)

Fotos (2)

Release

Marlon Borgge é cantor, intérprete, compositor, violonista, além de tocar diversos instrumentos congêneres. Formado em Canto, Violão Clássico e Bacharel em Música.
Sua atividade musical, não raramente envolve trabalhos voltados para a música, como participações em concursos musicais e apresentações nos chamados barzinhos, além de shows diversos. Com seu violão e sua voz que alcança perfeito domínio e nuances, aprimora cada vez mais sua capacidade interpretativa da MPB, além de músicas de sua própria autoria.
Sua obra eclética engloba centenas de canções dos mais diversos gêneros entremeados de canções próprias e com selecionados parceiros.
Participante ativo de toda e qualquer atividade cultural, levou suas composições por diversos cantos, tais como os da UFF(Niterói), Petrobrás(RJ), Duerê(Niterói), Helio Alonso(RJ), Viçosa(MG), Cachoeiras de Macacu(RJ) e Secretaria de ...

Continuar lendo>>