Marden JamLucky remix bass23.965 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 11

Lucky remix bass

Marden Jam

Lucky! Era um sujeito sossegado tinha um bom emprego
Quando a sorte veio e bateu em sua porta... - muito cedo!
Bateu, não! Entrou, invadiu, tomou de assalto
Mandou sua vida de uma vez... - lá pro alto!
Promovido a funcionário de primeiro escalão
Na mesma semana pediu a mão da filha do patrão
Foi assim que ele se casou com a mina mais linda da quebrada
Mas o que conta e que além de linda, ela era apaixonada
Nem dava pra creditar em tudo que estava acontecendo
Há um tempo atrás ele imaginava...
- Pó, daqui um ano o que eu vou tá fazendo?
Mas tudo que vem fácil assim não tem tanto valor, se não for...
Conquistado com muito suor e dor, por favor... cuidado!
Já vi tanta gente jogar a chance de uma vida fora
Será que ele ta preparado pra segurar essa onda agora?
Fique ligado aí, não mude de canal pra saber o final e tal...
Qualquer semelhança ou coincidência com a vida, pode ser real

Lucky, fique esperto a toda hora
Se vacilar no jogo você tá fora
Lucky, o que você vai fazer agora?
Tem tudo o que sonhou... - não deixe ir embora!

Então, depois de algum tempo, ele achava tudo normal
A rotina de um bom emprego e a simples vida conjugal
- Por que ficar com uma se você pode ter dez?
As más companhias mudaram Lucky da cabeça aos pés
De balada em balada ele só queria curtir
Queimava grana que nem palha só pra se sentir
Vários amigos... - ah hah! Amigos? ...na sua banca
- Pagava todas as rodadas, todos ficavam a pampa
E a banca crescia mais e mais, já eram mais de cem
Mais um chegava e dizia... - E aí Lucky "amigão" tudo bem?
E a mulherada colava loka que nem abelha no mel
- Oi lucky, fica comigo, me leva contigo, te levo pro céu!
Se achava um tipo casa nova, sedutor a toda prova
Levava fama, sem drama, bom de cama a toda hora
Mas ela só engana, o garanhão tá por um triz
Ela sabe fingir como ninguém, poderia até ser atriz
Ninguém sabe o que tem em mente; ela mente, não sente o que diz
Só fala o que for preciso pra deixar ele feliz

Tudo parecia perfeito, Lucky controlava o mundo
Tudo do seu jeito, o que ele quisesse, tinha num segundo
Mas essa onda de sorte também trouxe o outro lado
Em quem confiar? Quem é traíra, quem é aliado?
O que ele não sabia, é que a banca podia virar
Tinha muito pilantra na cola, pronto pra lhe derrubar
Só esperando a hora, em que o rei da banca ia vacilar
- Ai Lucky, se liga rapa, vão pegar seu lugar

O tempo passava, a boa vida continuava
Ele nem se tocava, que alguém se preocupava
Sua mulher lhe esperava até tarde sem dormir
Preparava a comida e roupa limpa pra vestir
Ele chegava embriagado, fedendo álcool e cigarro
Ela nem imaginava o que tinha rolado naquele carro
Sempre muito ocupado esqueceu de dar atenção
E o devido valor que por direito ela merecia
Logo um amigo mais próximo se encarregou da função
Deu a ela seu amor e carinho, quase todo dia
E por dentro foi mudando tudo que ela sentia
E as promessas de Lucky aos poucos ela esquecia
Conquistar é só um passo, você sabe como é isso
A cada dia você tem que estar presente ao compromisso
Não mostrava mais serviço, vivia atrasado... - Perdeu o cargo!
Foi substituído por seu subordinado
Deu brecha nas contas da empresa levaram o caso a juízo
Perdeu tudo o que tinha pra pagar o prejuízo
Tinha um cargo de responsa não soube dar valor
Hoje vejo escrito na sua cara; fracassado, perdedor

Lucky, fique esperto a toda hora
Se vacilar no jogo você tá fora
Lucky, o que você vai fazer agora?
Perdeu tudo o que ganhou... - deixou ir embora!

Outro dia vi o Lucky chapado dentro de um bar
Parecia mais um Zé povim qualquer, sei lá
Tentei dar um perdido, disfarcei, saí andando
Ele me viu se levantou e chamou por mim gritando
Decidi voltar, pra evitar que ele desse um vexame
Ele virou mais um copo e começou com seus reclames
- Veja só meu amigo, o que a vida fez comigo,
Sou um cara muito azarado, vê? tô a perigo
Não vem falar de azar pra mim, você ta loko?
Tinha tudo o que eu jamais consegui na vida e acha pouco
Um emprego de futuro e o respeito do patrão
Andava de carro importado, som no talo, rap do bom!
Casou-se com a mulher mais linda e cobiçada lá da área
Considerado por vários sangue-bom e até pelos canalhas
Foi você quem vacilou, pisou no fio da navalha
Malandro que é malandro, tem o dom, não deixa falha

Lucky, fique esperto a toda hora
Se vacilar no jogo você tá fora
Lucky, o que você vai fazer agora?
Perdeu tudo o que ganhou... - deixou ir embora!
Lucky, fique esperto a toda hora
A cada instante, a cada momento, fique sempre atento
Lucky, o que você vai fazer agora?
Vai na moral então, vai sem vacilar irmão

Músicas mais acessadas

Fotos (4)

Clipes (2)

Release

O Rapper e produtor musical, já está em São Paulo há quase 10 anos, depois de produzir e participar de gravações e mixagens de CDs de vários outros nomes do Rap Nacional - Lançou seu primeiro trabalho como Rapper - letras de cunho positivo e batidas dançantes, fazem o diferencial desse projeto que saiu em Vinil - com 4 faixas - seguindo a demanda dos DJs.

A faixa Rítmo é uma das surpresas contidas nesse trabalho - ela contém um trecho da música Palco de Gilberto Gil mesclado a instrumentos de percussão a uma batida de Hip-Hop, a faixa Grana é uma sátira cotidiana, com uma batida super dançante, fazendo assim com que a música seja tão boa para as pistas quanto para as rádios.

Outro destaque é a faixa Sonho Maluko, em que ele ...

Continuar lendo>>