Contrate

DESATINO

Leonardo André

O homem nasce acorrentado no destino
destino negro, sem futuro e sem lugar
lugar aonde possa repousar seu corpo
de tábua podre e envelhecida faz um lar

Somente treva, ignorância e violência
passam à frente desse homem, sem perdão
se vê perdido em meio às avenidas largas
rosto abatido, olho fundo e pés no chão

Chega em casa entristecido e preocupado:
com que dinheiro vai pagar a condução
pra procurar, pelo menos, um emprego
de operário, bóia fria ou "pião" ?

Em todo canto encontra soldados armados
e homens vestidos de colete e paletó
pedindo votos, prometendo melhorias,
e um louco, alegre, expurga o seu suor sem dó

E, assim, aos poucos, sua vida vai passando
já não existe nem futuro e nem lugar
só uma cova, sete palmos, bem profunda,
ou uma grade, um sol quadrado, ao despertar

Músicas mais acessadas

Fotos (17)

Clipes (4)

Release

Compositor musical e poeta a mais de trinta anos, compôs sua primeira música aos 13 anos e de lá pra cá participou de diversos festivais de música, tendo sido premiado em diversos deles.
É também arranjador musical, criando harmonias para gravação em estúdios musicais, além de professor de música e instrumentos musicais (leciona em escolas particulares de 1º e 2º graus e em escolas de música e conservatórios musicais).
Os arranjos de suas músicas foram compostos, editados, mixados e masterizados por ele mesmo.
Compõe músicas de diversos estilos: Românticas, Sertanejas, Forró, Infantis, Instrumentais e Sacras.
Como escritor, publicou três livros de literatura infantil e um de poemas, todos lançados na Bienal do Livro de 1990, realizada no Ibirapuera - SP.
Sites onde você pode encontrar outras de suas obras lítero-musicais:
1 ...

Continuar lendo>>