Sua Cara...

Leandro Tênia

Pega leve no batom, ressuscita os moletons
“Sou mulher para casar, dessa vez não vou cobrar”
Super Poderosa, parou de rebolar

Não se importa com dinheiro, mas adora um carrão
Diz que não engole leite, só que mama de montão
Em poucos minutinhos é possível dizer

Você tem cara de puta,
Cara de puta,
Você tem cara de puta
Não me leve a mal

Sempre dá o seu jeitinho de na mídia aparecer
Come alface com tomate e não consegue emagrecer
Não mexi no corpo, vai tentar convencer

Mas cê tem cara de puta
Cara de puta,
Você tem cara de puta
Não me leve a mal

Não leve a mal, pode me processar
Os mi mi mi vão adorar
Dinheiro não vai aliviar
Sua cara não vai melhorar

Cara de Puta
Cara de Puta
Cara de Puta
Cara de Puta
Cara de Puta, Cara de Puta, Cara de Puta, Cara de Puta, Cara de Puta

Músicas mais acessadas

Agenda de shows

Álbuns e Singles/EPs  (9)

Fotos (3)

Clipes (19)

Release

Quando tinha nove anos de idade, Leandro ganhou uma guitarra de seu padrinho. De lá pra cá, a música, o Rock, e o Pop Rock nunca nunca mais saíram de sua vida. O apelido "Tênia" foi um professor de Literatura quem colocou, graças a sua forma física de lombriga na época.

Desde a adolescência, Tênia sempre gostou de compôr músicas com letras irreverentes e escrachadas como "Cocô" e "Escroto". Com o tempo, até algumas letras mais sérias saíram como "Contagem Regressiva" e "Um lugar melhor". Mas a marca registrada de Tênia são as músicas zoadas, com uma pitada de sacanagem, uma dose de bom humor, e a mistura de vários elementos do Rock e do Pop Rock Nacional, como em "O Jorrador", "Melô das Periguete", e "Cheira meu dedo".

O ...

Continuar lendo>>