Larmes du LuciferQuand la derniére lumiére s´eteins2.142 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 5

Contrate

Rodrigo Penseroso

(81) 8883-6886

Quand la derniére lumiére s´eteins

Lyrics:Rodrigo Marinho /Music: Alan Péricles

Mort heureux amoureuse
Dancez avec moi cette valse-là
Quand la dernière lumière s´eteins

Um grito de dor,
Rasga a noite,
De súbito a lua chora sangue,
O vento recolhe se ,de pavor,
O medo entorpece minh'alma.

Destroços do passado fazem sangrar,
Nos calabouços velei tua beleza
Sacrificando a tua vida.

Suspendendo as lagrimas,
Que agora lavam minha face,
Um silencio pérfido tortura,
Um único som é o que imploro.

A floresta parece morta,
Mas não tão morta quanto minha fé,
A descrença protege-me do frio,
Estou fadado ao esquecimento.

Mort heureux amoureuse
Mort glorieux miracle

"Já da morte o palor me cobre o rosto,
Nos lábios meus o alento desfalece,
Surda agonia o coração fenece,
E devora meu ser mortal desgosto!

Do leito embalde no macio encosto
Tento o sono reter!... já esmorece
O corpo exausto que o repouso esquece...
Eis o estado em que a mágoa me tem posto!

O adeus, o teu adeus, minha saudade,
Fazem que insano do viver me prive
E tenha os olhos meus na escuridade,

Dá-me a esperança com que o ser mantive!
Volve ao amante os olhos por piedade,
Olhos por quem viveu quem já não vive!"

Morte glorioso milagre,
Alimenta meu peito essa noite
Morte ditosa amante,
Dança essa valsa funebre,
A ultima luz se apaga.

A sagrada chama apaga-se,
Um puro amor sacrificado, } 2 x
O tempo tortura minha alma,
Tudo é tão vazio sem teu olhar.

Músicas mais acessadas

Fotos (3)

Release

Banda nascida na pútrida cidade do Recife, com influências diversas dentro do universo metal está à procura de espaço para mostrar seus mais novos trabalhos.