Karola NunesC´Est La Vie52.784 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 7

Consenso

Karola Nunes

Vamos entrar em um consenso
Você me diz o que cê acha
Eu te digo o que é que eu penso
Trocar ideia, trocar informação
Mas vem de mente aberta, sem ser o dono da razão
Vamos entrar em um acordo
Você me diz o que cê acha
E eu te digo se dá jogo
É sem stress é uma questão de opinião
Cê vem de mente aberta que eu vou de coração

Tudo que eu sinto, tudo que eu falo
Eu não minto não calo
Esse é meu modo de pensar
O verdadeiro valor
Minha moeda é o amor
E o meu papel na Terra
É emanar

Emana o bem, emana o amor
No meio da Babilônia
Sem medo, eu vou que vou
Na energia do bem
Na energia do flow
O que queima a Babilônia é o fogo do amor

Vamos entrar em um consenso
Você me diz o que cê acha
Eu te digo o que é que eu penso
Trocar ideia, trocar informação
Mas vem de mente aberta, sem ser o dono da razão
Vamos entrar em um acordo
Você me diz o que cê acha
E eu te digo se vai dá jogo
É sem stress é uma questão de opinião
Cê vem de mente aberta que eu vou de coração

Tua resistência não é mera coincidência
Isso aí é o sistema a te moldar
Santa paciência me dê força e persistência
Por que eu sei que a recompensa vai chegar

Sociedade consumista comprando só por gostar
Sociedade capitalista gastando só por gostar
Sociedade consumista gastando só por gastar
Sociedade capitalista à mim não vai capturar

Vamos entrar em um consenso
Você me diz o que cê acha
Eu te digo o que é que eu penso
Trocar ideia, trocar informação
Mas vem de mente aberta, sem ser o dono da razão
Vamos entrar em um acordo
Você me diz o que cê acha
E eu te digo se vai dá jogo
É sem stress é uma questão de opinião
Cê vem de mente aberta que eu vou de coração

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (3)

Fotos (30)

Clipes (5)

Release

No cerrado matogrossense, Karola Nunes, semeia seu terreno sonoro. Acadêmica do curso de Música da UFMT, mas formada pelos palcos da noite, Karola transita por diversos gêneros e reflete essa miscelânea brasileira. Se, questionada, não sabe se enquadrar num estilo. Isso porque, com influências do baião do pai paraibano, da MPB tão presente nos repertórios dos bares e da paixão pelo reggae, a cantora e instrumentista, quer mesmo, é brincar com as sonoridades brasileiras.
Os ritmos que acompanham suas composições são resultado da vivência cotidiana e de suas aventuras sonoras. Karola integrou a banda Marakadaje (inspirada no movimento mangue beat), que saiu do cerrado para levar o trabalho autoral para a ilha catarinense (2007). Em seu retorno ao Mato Grosso (2009), integrou o grupo feminino de choro e samba, Bionne ...

Continuar lendo>>