Jorge NigrumA Vida Não São Boletos5 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
Iniciando música ~ em
    1 / 2

    A Vida Não São Boletos

    Jorge Nigrum

    A vida não são boletos

    PARTE 1
    Vivemos num conceito moralista onde todo mundo busca a tal da felicidade
    Se engana quem acredita que é dificil, é extinta, impossível, verdadeira raridade
    Passamos nossos dias ocupados nos matando de trabalho, todo dia essa corrida
    Buscando ter sucesso no emprego, e esquecendo que o importante é o sucesso na vida
    Estamos numa ilusão gigante, onde a grande maioria vive para enriquecer
    Ser rico de dinheiro é interessante, mas não seja ignorante, seja rico de viver
    Cuidado ou o mercado te domina, você vive uma rotina já não tem nem liberdade
    Ganha o seu dinheiro e deixa bens, e quando você morrer, será que deixa saudade?

    REFRÃO
    A vida não são boletos, não deixe contas te consumir
    Avida não são boletos, desperdiça-lá é não sorrir
    A vida não são boletos, não negocie o seu valor
    A vida não são boletos, venda esperança e consuma amor

    PARTE 2
    Não sei quem inventou a teoria de que a felicidade é ligado ao capital
    Pois as melhores coisas dessa vida não tem custo, não tem preço, só valor sentimental
    Deixe de ter medo do seu futuro, que se não o seu presente vai virar uma prisão
    Levante e se solte das correntes, vista um sorriso no rosto e amor no coração
    Não deixe que passe despercebido, pois á mágica da vida se esconde nos detalhes
    Compreenda que não é bom ser negativo, seja leve, seja simples, tenha positividade
    Feliz é um estado, é um momento, então não perca seu tempo cego pela ambição
    Quem faz de tudo para ter dinheiro, enche o bolso e acaba esvaziando o coração

    Onde mora a esperança?
    Numa conta que se enche ou no olhar de uma criança
    Onde está a alegria?
    Numa selfie que se posta ou no aproveitar do dia
    Onde fica a lealdade?
    Tá num camarote cheio ou na velha amizade
    E a reciprocidade?
    Tá na troca de presentes ou na troca de verdades

    Leve a vida com total discernimento, usufrua de momentos colocando sentimentos
    Aproveite toda sua liberdade, largue sua vaidade, viva a simplicidade
    Não demore tanto para compreender que melhor que ter, é ser, isso te fará crescer
    Pois viver, é uma dádiva e não divida, e de nada vale os bens se não aproveitou a vida


    REFRÃO
    A vida não são boletos, não deixe contas te consumir
    Avida não são boletos, desperdiça-lá é não sorrir
    A vida não são boletos, não negocie o seu valor
    A vida não são boletos, venda esperança e consuma amor

    Músicas mais acessadas

    Fotos (8)

    Clipes (2)

    Release

    Carioca, nascido e criado na comunidade de Acari, descobri que através das palavras poderia romper barreiras, tocar corações e plantar sementes.
    O papel e a caneta são apenas objetos que dão voz a um coração cheio de amor e esperança, um coração que acredita que a música abre os horizontes para que possamos enxergar além do que os olhos possam ver. Ainda que vendam o que te faz dançar, eu te ofereço o que te faz pensar!

    Papel, caneta, poesia, melodia e muito coração!