João SerenoAurora e o sol5.566 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 13

Contrate

Neto mau

Ruy Penalva e João Sereno

O neto mau matou vovô
Comeu vovó, sobrou mamãe
Mas não foi culpa de ninguém
Não foi culpa nem de Freud
Nem foi de ninguém

A culpa foi de Helena Rubinstein
A culpa foi de Helena Rubinstein

Como o índio botocudo
Bota seu botoque
No fim de semana
Azara sua zarabatana
Vovó botou botox e virou neném
Mas não foi culpa de Freud
Nem foi de ninguém

A culpa foi de Helena Rubinstein
A culpa foi de Helena Rubinstein

Este samba então seria letra morta
Seria mais um drama de fim de semana
Seria mais um crime que rolou na cama
Se vovó não tivesse ganho uma neném
Quem também se chamou de Helena Rubinstein

Que também se chamou de Helena Rubinstein...

Mas não foi culpa de freud
Nem foi de ninguém
Nem foi de ninguém
Nem foi de ninguém

A culpa foi de Helena Rubinstein
A culpa foi de Helena Rubinstein

"Essa é a tragédia do Édipo recontada modernamente"

Músicas mais acessadas

Fotos (12)

Release

João Sereno

Começou profissionalmente tocando num circo aos 11 anos, onde era admirado pela sua desenvoltura com o instrumento e pelo tamanho da guitarra que era maior que ele. Depois passou alguns grupos musicais até participar da banda de baile “Amado e seu Xeque-Mate”. Daí vem seu ecletismo tocava todo tipo de música.

Começou a tocar na noite de Salvador, quando teve seu talento reconhecido pelos próprios colegas de trabalho, a exemplo de Moraes - irmão de Dominguinhos - com quem formou um grupo de música nordestina. Foi nesse período, que conheceu Dominguinhos, hoje amigo e parceiro.

Nascido na mesma terra que João Gilberto, Juazeiro da Bahia, João Sereno desenha como poucos um contratempo musical. Recentemente recebeu elogios de Caetano Veloso, quando foi convidado para cantar no 99º aniversário da sua mãe ...

Continuar lendo>>