Santo da Favela

Thiago Menegassi

Eu sou Homem Canibal
Peço licença pra entrar nesse congá
Quero ver quem vai cantar
Nessa roda eu quero ver você entrar

Eu sou Homem Canibal
Peço licença pra entrar nesse congá
Peço a benção aos Orixás
Pro meu samba e o meu canto não parar

Meu samba é rolo compressor
dinamite na palma da mão
eu peço à benção aos orixás
pra cantar com devoção

é pra levantar poeira
pra tremer a construção
quero ver o timbal explodir
o pandeiro esquentar na tua mão

é a flecha de Oxossi, o dente do tubarão, a faísca na platinela
e o povo a girar pelo salão
é teu nome que eu trago no peito que me tira da contramão
bate forte esse pandeiro, macumbeiro, bota fogo no salão

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (4)

Fotos (20)

Release

Homem Canibal é antropofagia musical. Uma mistura de influências, de sons e identidades musicais. O som da banda é repleto de referências ao samba e suas vertentes que cruzam informações com outros ritmos e influências mais contemporâneas. A mutação é constante.