08 Gangsta (Part.Froid E Wine B)

Heitor Valente e Froid

Heitor Valente – O Legado 2017
Gangsta (Heitor Valente, Froid e Wine B)

Froid
Cê acredita na propagana?
Aqui não é o pokémon vem dar um pulo na savana
Quem saiu da lama jow, não foi tomando Brahma
E quem tentou ir pelo crime tá em coma ou tá em cana
Calma irmão, não pensa mais em cadeia
Agora temos rap pra encher uma geladeira
Junto brow, na paz, faz seu pé de meia
O corre é de quem corre mais que os sangue dessas veia
Não é tão Las Vegas, nada azul
Não vão parar o tempo então vai lá e navega bola mais um
E vê se sossega, nem a ponta, drão'
Foi sem oração, assim que o dedo escorrega
A mídia me faz cócegas, apela, vende nádegas
Seu filho não me escuta, não, é só mais uma máquina
Você já esteve antes, viajante, nessas águas?
Falei pra navegar faça bom uso dessas lágrimas

Refrão (2x)
Gangsta, não acredita nas mentiras que eles contam
Gangsta, você quer ser o próximo na mira das notícias que eles mostram

Heitor Valente
To de chavão pelo Distrito
Gangsta, maloqueiro de raça e espírito
Crítico, violentamente pacífico
Cívico, lírico, poesia e ritmo
Criptografa literatura do morro
Enquanto os psicopata veste farda e fuzil FAL
Aristocrata vai ter que pedir socorro
Porque o ódio retrata rebeldia marginal
Aqui os pivete não cresce, antes dos vinte perece
Muitos nem o pai conhece
Entra pro crime, vira alvo
Sem alicerce, o que acontece?
Abraça o que oferece, um futuro cheio de estanho à 7 palmo
Cê lembra quando mundo era pretérito?
E o inquérito de escolhas que tivemos que enfrentar?
Fé suor e sangue construiram nosso império
E hoje o mérito é sério
Vai ter que me matar pra me calar!

Refrão (2x)
Gangsta, não acredita nas mentiras que eles contam
Gangsta, você quer ser o próximo na mira das notícias que eles mostram

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (1)

Fotos (2)

Clipes (9)

Release

Heitor Valente é natural do Distrito Federal e atua como educador social, agente cultural, rapper, produtor musical no movimento Hip Hop da capital e é presidente da Associação Respeito e Atitude AREA.

Começou a compor aos 15 anos de idade, inspirando-se em poesias de seu tio indigenista Ricardo Valente e pelos Rap’s que embalaram a década de 90. Suas principais influências vêm de suas raízes (Rio de Janeiro e Maranhão).

O Samba, o Reggae, o Funk Raiz, a MPB, a Black Music e todos os gêneros que a cultura brasileira engloba, são suas referências e inspiração principalmente no que diz respeito ao conteúdo poético de seu trabalho, que aborda temas como desigualdade social, ativismo político, conduta moral, valorização da periferia e cultura urbana.

É idealizador de diversos projetos voltados ...

Continuar lendo>>