Geovanni AndradeSe o amor existe11.772 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 10

Cadeira na calçada

Geovanni Andrade

Lembro quando era pequeno
Tudo era simples
Tudo era fácil
Tudo era brinquedo

Lembro quando era pequeno
Nada era chato
Nada era difícil
Nada era segredo

Ah! como eu lembro do som dos aviões quebrando o silêncio
As mãos de minha avó arrumando meus botões
Era feliz

Ah! como eu lembro, corria só pra ver os aviões passando
Pousando corações
Trazendo emoções

Pra ser feliz, bastava ver o vôo dos aviões

Hoje quando vou pra rua
Tudo é apressado
Tudo é complicado
Tudo é "pra ontem"

Hoje quando vou pra rua
Nada é sagrado
Nada é de fato
Feito para sempre

Ando à procura daquela mesma rua
Que um dia foi o palco da minha breve infância
Ao ver os aviões era feliz!

Ando à procura de uma calçada nua
P'ra n'uma dessas noites poder olhar pro céu
Sem pressa de viver

E recordar meus aviões

Músicas mais acessadas

Fotos (6)

Release

Geovanni Andrade é cantor, multi-instrumentista, compositor e licenciado em música pela Universidade Federal do Amazonas. Natural de São Paulo, chegou a Manaus com 4 anos de idade, onde deu os primeiros passos na música aprendendo teclado. Aos 13, começou a tocar profissionalmente, atuando em praticamente todos os estilos, desde o boi-bumbá até o heavy-metal progressivo. Após 12 anos cantando em bares e acompanhando diversos artistas amazonenses como tecladista/backing vocal, em 2009 Geovanni decide seguir carreira solo, lançando seu primeiro disco autoral, intitulado "Infinitivo".
_________________________________________________________________

Ficha Técnica INFINITIVO (2009):

Geovanni Andrade: Voz, teclados, guitarra base, violão aço e percussão.
Torcuato Mariano: Guitarra base e solo.
Dunga: Baixo elétrico nas faixas 1, 2, 4, 5 e 6.
André Vasconcellos: Baixo elétrico nas faixas 3, 7, 8, 9 e 10 ...

Continuar lendo>>