Garage-115Diário de Guerra1.486 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
cancelar

Seu comentário foi publicado. Visualizar

Iniciando música ~ em
    1 / 2

    Contrate

    (11) 9735-7271

    Diário de Guerra

    Garage 115

    Garage 115 - Diario De Guerra

    Verde da esperança
    É a farda em meu corpo
    Amanha posso estar morto
    Sem saber porque lutar

    As medalhas no peito
    São sinais de respeito
    Revoltas na solidão
    Ao ver inocentes no chão

    Vivendo os meus dias
    Sem ter uma razão
    Dias após dias
    Vidas tiradas em vão
    Querendo liberdade
    Não tendo mais que lutar
    Quando isso vai acabar

    Lembro da minha família
    Tudo que deixei pra trás
    Na esperança de um dia
    Voltar e viver em paz

    Hoje a noite esta feia
    Faço minhas orações
    Ao ver famílias destruídas
    Pela armas e canhões

    Honrando suas bandeiras
    Sem ao menos questionar
    Feitos máquinas humanas
    Programadas a matar
    Marchando para a morte
    Peço a Deus me acompanhar.
    Quando isso vai acabar

    Nesta guerra os homens não parecem ter coração.
    Matando uns aos outros por apenas obrigação.
    Aqui estou e também tenho de lutar.
    Famílias destruir, mas espero que possam me perdoar
    As cartas que escrevo me fazem sentir contigo.
    A felicidade já não anda mais comigo.
    Aqui até a sombra se torna inimigo.
    Quando as cartas chegarem as suas mãos talvez eu não
    esteja mais vivo.

    Músicas mais acessadas

    Fotos (3)

    Release

    A banda do ABC paulista foi formada no dia 1 de maio de 2003, com intenção de fazer um som puxado para as influências de cada integrante,criando um hardcore com solos de heavy metal e letras melódicas e outras mais agressivas falando de situações vividas e vistas pelos integrantes.
    Em menos de um ano a banda já teve o mérito de ter tocado com varias bandas do cenário independente.
    O caminho do Garage-115 está apenas começando,agora é esperar para ver e também ouvir.