Francis LopesAmor Pra Eternidade59.820 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
cancelar

Seu comentário foi publicado. Visualizar

Iniciando música ~ em
    1 / 302

    Vaqueiro Desprezado

    Panajeiro

    Fui um vaqueiro afamado
    Mas estou velho e cansado
    E a minha luta de gado
    Vou entregar ao patrão
    Sem fugir do evangelho
    Na tristeza me emparelho
    Porque um vaqueiro velho
    Não tem mas disposição

    Patrão eu lhe entrego a tenda
    Mas o senhor compreenda
    Que eu só entrego a fazenda
    Devido não poder mais
    Seu gado está no açude
    Muito gordo e com saúde
    Esforcei-me o quanto pude
    Zelando seus animais

    Eu já tomei novos planos
    Chorando os meus desenganos
    Sou vaqueiro há trinta anos
    Mas já estou quase cego

    Da tristeza fiz encosto
    O pranto banhando o rosto
    Sentindo o maior desgosto
    Sua fazendo eu lhe entrego

    Não presto mais para o mato
    Trabalhei muito barato
    E o patrão não seja ingrato
    Quero fazer-lhe um pedido
    Não me mande pra cidade
    Me deixe aqui por bondade
    Na sua propriedade
    Pelo senhor protegido

    Disse o patrão nesta hora
    É melhor que vá embora
    Pode procurar lá fora
    Quem queira lhe sustentar
    Que eu sou um fazendeiro
    Mas não vou gastar dinheiro
    Pra sustentar um vaqueiro
    Que não quer mais trabalhar

    Diz que tá velho e cansado
    Não quer mais ser empregado
    Por mim está dispensado
    Desde já fique sabendo
    Acha que já trabalhou tanto
    Vá procurar outro canto
    Que aqui nada eu me garanto
    Por que não tô lhe devendo

    Caro patrão eu lhe digo
    Pode esperar o castigo
    O que o senhor fez comigo
    Entrego a Nossa Senhora
    Sou um vaqueiro educado
    Vou me despedir do gado
    Saindo um tanto apressado
    Logo amanhã vou embora

    Adeus vaca Manga Rosa
    Estelinha e vaidosa
    Adeus a vaca Amorosa
    E a vaca Maracanã
    Adeus a vaca Roseira
    Espertinha e Neblineira
    Adeus a vaca Palmeira
    Que vou embora amanhã

    Adeus vaca Jureminha
    Vela Branca e Andorinha
    E adeus a vaca Rainha
    Maçã e Rosa do Prado
    Mimosa e Americana
    A Morena e a Cigana
    E adeus a vaca Baiana
    Que é a melhor do gado

    Adeus vaca Fantasia
    Lua branca e melancia
    Pinta Silva e Simpatia
    Mancha de Ouro e Boneca
    A Careta e a Pintada
    Ponta de lança e Espada
    Campo verde e Alvorada
    Passarinheira e Marreca

    Dei um aboio na porteira
    Quando avistei na carreira
    Uma junta de primeira
    Que tava lá na avenida
    Dali sai aboiando
    E o gado ficou berrando
    E a filha dele chorando
    Na hora da despedida

    Patrão eu daqui me afasto
    Mas deixo no campo vasto
    Seu gado comendo o pasto
    Mas com saudade de mim
    Da fazenda velha e nova
    Eu levarei para a cova
    Uma verdadeira prova
    Que não fui vaqueiro ruim

    Eu nunca enjeitei parada
    Tive a munheca pesada
    Dei queda em vaca de raçada
    Que ela saía manca
    Pegava em cauda de touro
    Puxava por desaforo
    Ganhei medalhas de ouro
    Em meu cavalo Asa Branca

    Essa é a pura verdade
    Quem gozou a mocidade
    O que me mata é a saudade
    Mas quem souber do meu nome
    Agricultor fazendeiro
    Deputado ou engenheiro
    Protejam o pobre vaqueiro
    Não deixem morrer de fome

    Peço a quem for fazendeiro
    Deputado ou engenheiro
    Protejam o pobre vaqueiro
    Não deixem morrer de fome

    Músicas mais acessadas

    Agenda de shows (7)

    Álbuns e Singles/EPs  (30)

    Fotos (72)

    Clipes (102)

    Release

    Francis Lopes, piauiense de Santo Inácio do Piauí-PI, nasceu dia 07 de agosto, na localidade Patos, hoje pertence ao município de Floresta do Piauí-PI. É filho de seu Pedro Lopes e dona Mariana e é o quinto filho de uma família de nove irmãos.


    Em 1981, seus pais mudaram-se para a cidade de Simplício Mendes-PI com toda família, onde moram até hoje. Tem mais dois irmãos conhecidos no estado do Piauí: Zé Lopes, ex-Prefeito da cidade de Simplício Mendes-PI, com dois mandatos e Avelar Lopes, eleito prefeito da cidade de Floresta do Piauí-PI, em 7 de outubro de 2012. 


    Em 1986 Começou sua trajetória musical em Simplício Mendes participando de shows de calouros. 
    Em 1987 foi morar em Floriano-PI para continuar o 2º grau, coincidentemente na sede da banda “Sementes ...

    Continuar lendo>>