Francis LopesAmor Pra Eternidade (Inédita)59.476 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
cancelar

Seu comentário foi publicado. Visualizar

Iniciando música ~ em
    1 / 302

    Uma Carta A Minha Esposa (2005)

    Expedito Sobrinho

    Querida o motivo desta
    É somente pra lhe dar
    As minhas simples notícias
    E com elas revelar
    Todas minhas aventuras
    Depois que deixei meu lar

    Aqui em São Paulo é bom
    Já arranjei um emprego
    Na firma de um alemão
    Me dei bem com o galego
    Amigos tenho a vontade
    Mas toda hora a saudade
    Vem carregar o meu sossego

    Eu só trabalho oito horas
    Sem muito me esforçar
    Descanso depois do almoço
    Largo à tarde pra jantar

    Saio direto ao barraco
    Mas estou ficando fraco
    De tanto lhe recordar

    Em casa eu janto e me deito
    Sem companhia de alguém
    Às vezes da meia noite
    E o sono que é bom não vem
    Mais tarde eu cochilando
    Quando adormeço é sonhando
    Com nossos filhos também

    Sonho que vejo os meninos
    Juntos com você na mesa
    Tomando café com pão
    E rindo com sua beleza
    Acordo sem ver vocês
    É aí mais uma vez
    Que aumenta a minha tristeza

    Bem cedo volto ao trabalho
    Fico assim diariamente
    Sem notícias do nordeste
    E sem rever minha gente
    Guardando dentro da alma
    Saudade, pranto e descalma
    Ausência e mágoa somente

    Querida eu sinto saudade
    Da nossa casinha bela
    Daquelas nossas poltronas
    E nossa linda janela
    Que nos momentos risonhos
    Eu lhe contava meus sonhos
    Nós dois debruçados nela

    Meu amor eu não esqueço
    Também dos nossos filhinhos
    E os cavalinhos de pau
    Que fiz pros meus molequinhos
    Já que estou tão longe assim
    Você dê aí por mim
    Um beijo em nossos santinhos

    Querida eu não vou passar com vocês
    O Carnaval, nem São João nem São Pedro
    Mas me espere pro Natal
    Que é quando eu vou de uma vez
    Pra ficar com vocês
    Até o meu dia final

    Por aqui vou terminando
    De lhe contar meu maltrato
    Mate aí sua saudade
    Que aqui eu vou ver se mato
    A dor que está me matando
    Só mato se for beijando
    A cópia do seu retrato

    Músicas mais acessadas

    Álbuns e Singles/EPs  (31)

    Fotos (69)

    Clipes (102)

    Release

    Francis Lopes, piauiense de Santo Inácio do Piauí-PI, nasceu dia 07 de agosto, na localidade Patos, hoje pertence ao município de Floresta do Piauí-PI. É filho de seu Pedro Lopes e dona Mariana e é o quinto filho de uma família de nove irmãos.


    Em 1981, seus pais mudaram-se para a cidade de Simplício Mendes-PI com toda família, onde moram até hoje. Tem mais dois irmãos conhecidos no estado do Piauí: Zé Lopes, ex-Prefeito da cidade de Simplício Mendes-PI, com dois mandatos e Avelar Lopes, eleito prefeito da cidade de Floresta do Piauí-PI, em 7 de outubro de 2012. 


    Em 1986 Começou sua trajetória musical em Simplício Mendes participando de shows de calouros. 
    Em 1987 foi morar em Floriano-PI para continuar o 2º grau, coincidentemente na sede da banda “Sementes ...

    Continuar lendo>>