Bomberman

Marcio "Pigmeu"

Olha! O bombado vem aí,
Cuidado! Ele vai explodir,
Olha! Ele quer "aparecer",
Corra! Ele vai te bater.

Mas vamos ter compreensão, é uma criança no corpo de sansão,
São muito burros, não sabem distinguir sua mulher de um cachorro ou sagüi.

Bomberman! (16x)

Ô bombadinho! Cérebro de "amendoinho",
Cabeça de tolete com o corpo de um sorvete,
Que gosta de um cacete, você não tem o macete de pegar as "mulhé"
Por isso vira um mané injetando até nos "pé"
O diabo do ADE.

Bomberman! (16x)

Olhei de lado tinha um com a mão nos "quarto" rebolando até o chão,
Foi triste a situação, que bicho "semvergoim",
Um "homi" daquele "tamãi" quando bebe é assim,
É arriscado dá o "cofrim".

É uns "pombo" arteiro que só vive no banheiro
Se olhando no espelho, quando vai cumprimentar
Endurece o braço todo, parece até um toco,
Tão ficando "tudo" louco de tanto se injetar.

Bomberman! (16x)

Bombado cuzão!
Bombado galado!
Bombado otário!
Seu prego! Viado!

Músicas mais acessadas

Fotos (8)

Release

O Farpa surgiu no primeiro semestre de 2004 na zona oeste de Natal-RN, com a proposta de ser uma banda de Hardcore. O objetivo principal era falar, questionar, criticar e denunciar questões sócio-políticas do sistema vigente para combater a alienação incutida na nossa sociedade, e tentar conscientizar o máximo possível de pessoas sobre a nossa realidade. As letras são ácidas em sua maioria, porém algumas falam do cotidiano e às vezes se mostram satíricas e irônicas.
A formação inicial era composta por: Andreson %u201CNinho%u201D (Bateria), Gleriston (Guitarra), Márcio %u201CPigmeu%u201D (Vocal) e Eneline (Baixo). Com a saída de Eneline e Andreson da banda, Gleriston assumiu o baixo e Bruno %u201CBabuja%u201D veio para a guitarra, em seguida Damião chegou para completar com as baquetas, depois de alguns ensaios decidimos ...

Continuar lendo>>