A EuterpiaBrechot do Brega4.387 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 6

Contrate

(91) 8118-6326

Brechot do Brega

Antonio Maria Novaes

Eu sinto saudades daquele brechó
Eu sinto saudades daquele abajur
De quando era tudo tão desarrumado
E a gente se via no meio do breu

Cores, dores e tantos pelos e zelos
Por tantos amores e cores e tantas dores

Ele se enfeitava com desatenção
Ela suportava o adereço
Esquecia o endereço e botava o adorno

Sexo e afeto desconexo
Sem nexo
Ele parado e ela morta do lado
Ele calado, ela desnuda
Ele despido e ela muda.

Músicas mais acessadas

Fotos (12)

Release

Na sala da criatividade, música e poesia, sentados nas mesmas poltronas. Espalhadas pelo chão, as notas e os acordes de sons inventivos. Como tapete de tão incomum recinto, a policromia de ritmos universais. Como quadros nas paredes de ar, imagens do original. Esse é o caótico e harmônico ambiente habitado pelos integrantes da banda A Euterpia. Alquimistas que misturam o moderno, o suave e o inquietante em doses inesperadas, os músicos convidam o público para um especial jantar a ser servido pontualmente às melhores horas de qualquer tempo.

Formado em 1998, em Belém do Pará, o grupo se oferece em banquete já no próprio batizar-se. O sabor do neologismo “euterpia” vem do nome científico do açaí: euterpe oleraceae. E ganha especial tempero quando se evoca a figura mitológica de Euterpe ...

Continuar lendo>>