A EuterpiaNú Desesperado2.901 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 6

Contrate

(91) 8118-6326

Nú Desesperado

Antonio Maria Novaes e Felipe Tanaka

Sentado no meio das formigas
Não percebi o poder em minha volta
Desprezei seres insignificantes
Ignorei a sua organização

Perdi a minha retaguarda
Tomaram conta do meu corpo
Sem perceber estava dominado
Me causaram uma irritação
Me expulsaram de sua civilização

Elas me consumiram, elas invadiram
Foram responsáveis pelo nu desesperado

Chegando em meu recanto de fuga
Fui recebido como alvo
Eram os seres voadores que dispararam
Em minha direção, me obrigaram a rolar no chão

Eles me consumiram, eles invadiram
Foram responsáveis pelo nu desesperado

É o inicio do caos
Começo da revolução, cadê o resto da letra?
Não sei vou voltar pro refrão

Músicas mais acessadas

Fotos (12)

Release

Na sala da criatividade, música e poesia, sentados nas mesmas poltronas. Espalhadas pelo chão, as notas e os acordes de sons inventivos. Como tapete de tão incomum recinto, a policromia de ritmos universais. Como quadros nas paredes de ar, imagens do original. Esse é o caótico e harmônico ambiente habitado pelos integrantes da banda A Euterpia. Alquimistas que misturam o moderno, o suave e o inquietante em doses inesperadas, os músicos convidam o público para um especial jantar a ser servido pontualmente às melhores horas de qualquer tempo.

Formado em 1998, em Belém do Pará, o grupo se oferece em banquete já no próprio batizar-se. O sabor do neologismo “euterpia” vem do nome científico do açaí: euterpe oleraceae. E ganha especial tempero quando se evoca a figura mitológica de Euterpe ...

Continuar lendo>>