GRUPO ESTIRPE CAMPEIRABAILE DA TIA QUIRINA4.311 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 12

Contrate

Produção CRISTOFF / JAIRO

(54) 99908-8200 | (54) 99968-1355

BAILE DA TIA QUIRINA

EDUARDO GOMES e MATEUS GOMES

Cheguei de susto meio assim de relancina
No baile da tia quirina lá no rincão do cipó
Onde as morenas são bonitas e são faceiras
E as loirinhas dançadeiras de fazer levantar o pó

Vou de a cavalo deixo atado no palanque
Só não quero que ele manque pra depois não atrapalhar
Jibeira cheia e essa sede de camelo
E muita cerveja no gelo que hoje eu vim pra cutucar

"Vamo" gaiteiro faz a cordeona roncar
Que o baile é bueno e vai até o dia clarear
Eu vou socado no embalo dessa vaneira
Balançando a noite inteira e fazendo o fogo "pegá"

Quando eu ouço uma cordeona de botão
Me palpita o coração saio campeando uma flor
Seja bonita, bem cheirosa e dançadeira
Pra nós "ver" levantar poeira nesse rodeio de amor

Vou caprichado com glostora nas melenas
E um polido na chilena e cheio de teretetê
Chego no baile disposto batendo mango
E eu sou louco por fandango isso todo mundo vê

Músicas mais acessadas

Agenda de shows

Álbuns e Singles/EPs  (1)

Fotos (6)

Clipes (10)

Release

O Grupo Estirpe Campeira iniciou sua trajetória em 07 de agosto de 2008, com a iniciativa de Cristovão Ademar Jaroszewski e Cristoff Batista Jaroszewski criarem um Grupo Musical Regionalista em nossa cidade, assim, alcançando um objetivo antes almejado, e, pela relativa experiência de Cristoff - acordeonista - já ter sido integrante de outros grupos da região.



Tal ideia vem até os dias de hoje com o objetivo de criar laços de pago em pago, levar a cultura do Rio Grande do Sul por todos os cantos do nosso Brasil, e, ao mesmo tempo divulgar esta tradição através da boa música fandangueira, uma marca deste Grupo, que anima bailes, fandangos, festas, rodeios, shows em geral, com uma alegria contagiante, carisma e, principalmente, profissionalismo, trazendo como lema “O Timbre do Rio Grande”.



Hoje, o ...

Continuar lendo>>